F1: Raikkonen vence a segunda consecutiva

O finlandês Kimi Raikkonen, da Ferrari, venceu neste domingo (08/07), o GP da Inglaterra, 9º etapa da temporada. Foi a segunda vitória consecutiva do ferrarista, e a terceira no ano. A dupla da McLaren, o espanhol Fernando Alonso e inglês Lewis Hamilton, completaram o pódio.

 


No alinhamento para o grid de largada o motor da Ferrari do brasileiro Felipe Massa morreu, com o carro sendo levado para os boxes. Ele teria que esperar o último carro no grid passar, para começar a sua prova.


Na largada o pole Hamilton manteve a ponta, seguido por Raikkonen e Alonso. Correndo em casa Hamilton não conseguiu abrir vantagem para Raikkonen, que tinha um carro melhor.


Massa fazia a sua corrida de recuperação, passando vários carros. O único que deu um pouco de trabalho foi o escocês David Couthard, da Red Bull. Em poucas voltas Massa já figurava entre os dez primeiros.


Hamilton, que largou leve, parou nos boxes na 16º volta, se atrapalhando um pouco, ao acelerar antes da hora de sair. Raikkonen parou duas voltas depois ganhando a posição de Hamilton na volta à pista. Ai a McLaren resolveu mudar a estratégia de corrida de Alonso, que parou na 21º volta, colocando pouco combustível, e voltando na liderança da prova. Massa, antes de parar, na 20º volta, chegou a andar na 2º posição.


Com pouca gasolina nos tanques a dupla da McLaren retornou cedo aos boxes. Alonso na 37º volta e Hamilton na seguinte. Raikkonen aproveitou para acelerar com pista livre, parando na 43º volta, retornando na liderança da prova. Nas voltas finais não foi ameaçado nenhuma vez por Alonso.


Massa parou na 45º volta, ganhando a 5º posição do alemão Nick Heidfeld, da BMW Sauber, ao retornar a pista. No final pressionou o outro BMW Sauber do polonês Robert Kubica pelo 4º lugar, sem sucesso.


Raikkonen venceu, com 2m459 de vantagem para Alonso. Hamilton foi o 3º, para a decepção dos fãs, que esperavam um vitória. Kubica foi o 4º, seguido por Massa e Heidfeld. A dupla da Renault, o finlandês Heiki Kovalainen e o italiano Gancarlo Fisichella, completaram os oito primeiros.


O brasileiro Rubens Barrichello, da Honda, terminou na 9º posição, com a estratégia de apenas uma parada nos boxes.


O único incidente da prova foi entre o austríaco Alexander Wurz, da Williams e o norte-americano Scott Speed, da Toro Rosso, na 29º volta. Wurz bateu no carro de Speed, que quebrou a suspensão dianteira esquerda, abandonando a prova.


Hamilton lidera o campeonato com 70 pontos, doze a mais do que Alonso, o vice-líder. Raikkonen agora é o 3º, com 52, seguido por Massa, que tem 51.


A próxima etapa acontece no dia 22 de julho, em Nurburgring, na Alemanha.


Final:


1. Kimi Raikkonen FIN Ferrari 59 1h21m43.074
2. Fernando Alonso ESP McLaren-Mercedes a 2.459
3. Lewis Hamilton GBR McLaren-Mercedes a 39.373
4. Robert Kubica POL BMW a 53.319
5. Felipe Massa BRA Ferrari a 54.063
6. Nick Heidfeld ALE BMW a 56.336
7. Heikki Kovalainen FIN Renault a 1 volta
8. Giancarlo Fisichella ITA Renault a 1 volta
9. Rubens Barrichello BRA Honda a 1 volta
10. Jenson Button GBR Honda a 1 volta
11. David Coulthard GBR Red Bull-Renault a 1 volta
12. Nico Rosberg ALE Williams-Toyota a 1 volta
13. Alexander Wurz AUT Williams-Toyota  1 volta
14. Takuma Sato JAP Super Aguri-Honda a 2 voltas
15. Christijan Albers HOL Spyker-Ferrari a 2 voltas
16. Vitantonio Liuzzi ITA Toro Rosso-Ferrari a  6 voltas


Abandonos:


Jarno Trulli ITA Toyota 43 voltas
Anthony Davidson GBR Super Aguri-Honda 36 voltas 
Scott Speed EUA Toro Rosso-Ferrari 29 voltas
Ralf Schumacher ALE Toyota 22 voltas
Adrian Sutil ALE Spyker-Ferrari 16 voltas
Mark Webber AUS Red Bull-Renault 8 voltas


Volta mais rápida:


Kimi Raikkonen na 17 em 1:20.638


Foto: grandprix.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *