F1: Renault anuncia a contratação de Kubica

A Renault anunciou na manhã desta quarta-feira a contratação do polonês Robert Kubica, que defendeu a BMW Sauber nos últimos três campeonatos da Fórmula 1. A escuderia francesa não confirmou quem será o segundo piloto – nesta temporada, o time francês está correndo com o espanhol Fernando Alonso, que irá para a Ferrari em 2010, e o francês Romain Grosjean.

Kubica, que completará 25 anos em dezembro, é tido como um dos melhores pilotos da nova geração da categoria. Estreou em 2006, quando a BMW Sauber demitiu Jacques Villeneuve, e subiu ao pódio já na sua terceira corrida, com um terceiro lugar na Itália.

– Desde que Robert disputou seu primeiro grande prêmio em 2006, ele está em nosso radar como um dos mais talentosos de sua geração. É ótimo ter garantido ele em um de nossos carros na próxima temporada – disse o chefe de equipe da Renault, Bob Bell.

O piloto polonês também se mostrou confiante com a nova equipe.

– Eu compartilho com a Renault uma forte mentalidade vencedora e me sinto à vontade com sua atitude amigável e aberta. Estou muito motivado e otimista, juntos poderemos andar na frente do grid e, quem sabe, lutar pelo título – afirmou o piloto.

Em 2007, Kubica pontuou em três das cinco primeiras corridas, mas sofreu um gravíssimo acidente na sexta prova, no Canadá: fechado por Jarno Trulli (Toyota), foi de frente no muro de concreto e seu carro ficou praticamente destruído após uma capotagem. O piloto ficou fora de uma corrida, mas voltou sem problemas e acabou o campeonato em sexto.

No ano passado, a BMW Sauber deu um salto de qualidade e Kubica fez brilhante campeonato. Venceu sua primeira corrida no Canadá e, com outros seis pódios, se manteve na briga pelo título até a penúltima corrida. Acabou empatado com Kimi Raikkonen e só perdeu o terceiro lugar no número de vitórias.

Para este ano, a equipe investiu alto no Kers (sistema de recuperação de energia cinética), mas o carro teve deficiências sérias e Kubica não pôde repetir os resultados. Nas 15 etapas do Mundial, somou apenas nove pontos e está em 14º. Como a BMW deixará a F-1 no fim do ano, ficou livre para negociar com outros times.

Curiosamente, Kubica fez parte do programa de desenvolvimento de pilotos da Renault de 2000 a 2005. Ganhou até o título da World Series em 2005, mas foi dispensado no fim daquele ano, quando foi contratado para ser piloto de testes da BMW Sauber.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *