F1: Renault confirma Grosjean e deseja “tudo de bom” a Bruno Senna

Nesta sexta-feira, a Lotus Renault confirmou a expectativa da imprensa europeia e anunciou o francês Romain Grosjean como piloto titular, formando dupla com o finlandês Kimi Raikkonen. Desta forma, o brasileiro Bruno Senna e o russo Vitaly Petrov estão sem equipe para a temporada 2012 da Fórmula 1.

Embora fosse o preferido do chefe Eric Boullier, Grosjean sempre foi o menos cotado para a vaga, por contar com pouco aporte financeiro, mas recebeu apoio da francesa Total, fornecedora de combustível e uma das patrocinadoras da equipe que se chamará apenas Lotus na próxima temporada.

“Estou muito animado por ser um dos pilotos do time em 2012. Há um grande sorriso no meu rosto só de pensar em voltar a ficar atrás do volante no ano que vem. Eu me sinto privilegiado por essa oportunidade”, declarou.

O chefe da equipe, Eric Boullier, destacou que o seu compatriota impressionou nos testes livres que realizou em Interlagos e em Abu Dhabi, e desejou boa sorte aos ex-contratados.

“Estamos confiantes que colocá-lo em um dos nossos assentos vai ajudar o nosso processo de reconstrução. Eu gostaria de agradecer Vitaly Petrov e Bruno Senna pela contribuição ao time este ano e desejo tudo de bom para eles no futuro”, afirmou.

Restam poucas opções para Petrov e Senna. Na prática, apenas uma vaga na Williams e na Hispania estão em aberto, embora Toro Rosso e Force India ainda não tenham confirmado a sua dupla. O russo ainda pode tentar um lugar na Marussia Virgin.

Aos 25 anos, Grosjean retorna à Fórmula 1 mais maduro e com um título da GP2, a principal categoria de base da F-1, no currículo. Em 2009, ele substituiu o brasileiro Nelsinho Piquet, na própria Renault, após a revelação do escândalo do GP de Cingapura da temporada anterior, que envolveu Flavio Briatore e Pat Symonds. Ele correu sete provas e não passou do 13º lugar.

“Eu sinto que meu sucesso na GP2 me ajudou a amadurecer muito, e sou um piloto muito mais completo do que na última vez que competi nesse esporte. Voltar a Enstone como piloto parece retornar à casa. Eu não vou desapontar ninguém”, prometeu.

Fonte: GazetaEsportiva.Net 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *