F1: Renault rompe com a Associação de Construtores da Fórmula 1

A Renault, atual bicampeã mundial, anunciou, nesta sexta-feira, a sua saída da Associação de Construtores da Fórmula 1. Em nota, a escuderia francesa diz que, para conseguir um diálogo construtivo com a Federação Internacional de Automobilismo com vistas ao futuro, é importante manter contato com todas as escuderias, não só com as pertencentes à associação.

“A Renault fortaleceu seu compromisso em longo prazo com este campeonato ao se tornar a fornecedora de motores da equipe RBR a partir de 2007. Queremos seguir colaborando com os demais construtores e com a FIA para que, no futuro, a Fórmula 1 melhore como espetáculo, reduza seus atuais custos e sobreviva durante muito tempo”, diz a nota.

Após a saída da Renault e da Toyota, que deixou a associação em agosto, o grupo conta agora apenas com BMW, McLaren e Honda.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *