F1: Ross Brawn lembra ano e elogia Rubinho

Dono da equipe que precisa de apenas meio ponto para ser campeã no Mundial de Construtores e favorito para o de pilotos com Button e Barrichello na disputa, Ross Brawn lembra como o ano foi bom.

– Seria uma conquista especial, tenho a sorte de ter meu nome no carro. Mas seria ainda mais especial pelas circunstâncias. Muita gente na equipe jamais viveu a experiência de ganhar um título, embora tivessem calibre para isso. Eu diria que foi chocante ver a dedicação deles trabalhando duro em dezembro, quando nem sabíamos se estaríamos no grid nesse ano. E foi um trabalho que produziu um carro como este nestas circunstâncias. Foi algo excepcional que eu não sei se funcionaria em outro ambiente – disse Brawn.

Ele disse também o quanto admira o piloto brasileiro de sua equipe e também sobre a permanência ou saída dele.

– É preciso que o campeonato acabe, que tudo se acalme antes de definirmos nossa situação. Tenho um grande respeito por Rubens e sei que ele tem uma chance de correr pela Williams. Se vamos continuar juntos, eu não sei, é algo que só decidiremos isso no final da temporada. Mas ele merece ficar na F-1, fez um trabalho fantástico neste ano – elogiou.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *