F1: Rubens adota estratégia de economia de pneus pensando no GP da Hungria

Brasileiro larga na 15a posição após usar somente um jogo de pneus supermacios

Rubens Barrichello vai largar na 15a posição no GP da Hungria, a 11a etapa da Fórmula 1 em 2011. O brasileiro teve um problema no KERS no final do Q2, e uma estratégia de economizar pneus, que o impediram o brasileiro de avançar ao Q3. A prioridade da equipe era pensar na prova deste domingo (31), às 9h (de Brasília).

No circuito de Hungaroring, Rubens passou para o Q2 somente usando pneus macios e, já na segunda fase, utilizou apenas um dos jogos supermacios, diferentemente dos demais times. Com isso, economizou um jogo novo para a corrida, que deve ter de 3 a 4 paradas nos boxes devido ao desgaste rápido dos compostos com faixa vermelha.

“Tudo estava correndo tão bem e tínhamos uma estratégia promissora, mas eu não consegui utilizar o KERS no primeiro setor na minha volta do Q2, o que comprometeu o meu tempo. Mesmo assim, fiz uma boa volta, mas estou desapontado porque estava bem competitivo com os pneus macios, e pensei que a 11a ou a 12a era possível com os supermacios. Ainda assim, economizamos pneus suficiente e com uma estratégia sólida podemos ter uma corrida melhor amanhã”, destacou o recordista de Grande Prémios de F1.

Sam Michael, diretor técnico da Williams, também acredita que Rubens poderia ter ido mais a frente se não fosse o problema do KERS. “Nosso plano foi conservar os pneus para a corrida, de modo que só usamos o macio durante o Q1 em ambos os carros. Rubens parecia bastante forte na sessão de abertura, e realmente funcionou os pneus macios em seu carro no Q2. Infelizmente, um problema com o KERS no início de sua volta rápida lhe custou algum tempo, e realmente não pôde tirar o máximo proveito dos pneus supermacios”, comentou o dirigente da equipe inglesa, que ainda tem Pastor Maldonado largando na 17a posição.

A polé-position ficou com Sebastian Vettel, da Red Bull, pela oitava vez no ano, seguido por Lews Hamilton e Jeson Button, ambos da McLaren.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *