F1: Rubens tem corrida difícil, mas destaca competitividade do FW33

Brasileiro comenta sobre o agitado início do mundial de Fórmula 1

F1: 

Embora tenha sido um GP da Austrália de Fórmula 1 fora do esperado, Rubens Barrichello destacou a competitividade do FW33 pensando na próxima corrida. A primeira etapa do ano iniciou com uma boa largada do brasileiro, mas levou um toque de uma Sauber que o jogou para fora da pista e, consequentemente, para o final do pelotão. Rubens fez uma grande corrida de recuperação e chegou a ocupar a nona colocação. Foi defendendo esse posto que acabou envolvido em um choque com Nico Rosberg, da Mercedes-Benz.

“Foi uma corrida dura para nós. Eu fui empurrado para fora no começo, mas então tive um bom ritmo, e estava fazendo um monte de ultrapassagens até o incidente com Rosberg. Eu não estava pensando em ultrapassá-lo naquele momento, eu estava defendendo do Kobayashi. Estávamos com pneus diferentes, pois um tem boa aderência e outro nem tanto, e por isso tivemos diferentes pontos de freada. O Rosberg freou mais cedo e eu freei dentro da curva e não pude parar o carro. O nosso carro foi competitivo hoje, o que é positivo vai para a próxima corrida”, comentou o brasileiro, que abandonou a prova com problemas no câmbio.

A vitória da etapa inaugural ficou com o atual campeão, Sebastien Vettel, da Red Bull Racing, seguido por Lewis Hamilton e Vitaly Petrov. A próxima etapa da Fórmula 1 será o GP da Malásia, no dia 10 de Abril.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *