F1: Rubens termina em décimo na Hungria após grande ultrapassagem

Entrada do carro de segurança no início da prova prejudicou estratégia de Barrichello.

Neste domingo (01) foi realizada a 12ª etapa do campeonato mundial de Fórmula 1, no circuito de Hungaroring, na Hungria. Largando na 12ª colocação, o brasileiro Rubens Barrichello fez uma excelente largada e pulou para a nona colocação. Após a entrada do carro de segurança, o brasileiro chegou a estar entre os cinco primeiros, pois largou com pneus duros, diferentemente dos primeiros colocados. A equipe Williams chamou o brasileiro a quatorze voltas do final da prova para a troca de pneus obrigatória, colocando o composto mole, e Rubens caiu para o 11º posto. Dez voltas depois, o brasileiro protagonizou o grande momento da prova húngara, a ultrapassagem sobre Michael Schumacher, que lhe valeu mais um ponto no campeonato, atingindo 30 no total.

Mesmo andando entre os cinco primeiros, o brasileiro disse que foi muito difícil conquistar a décima colocação na prova devido a entrada do carro de segurança. “Tínhamos um carro que em termos de performance seria capaz de terminar na quinta colocação, mas tendo de começar com os pneus duros nos deixou obrigado a continuar (na pista) com o Safety Car. Era cedo para fazer a troca do pneu mole, então, eu tive que ficar na pista até encontrar uma janela que me permitia lutar pelos pontos. Eu tive que trabalhar muito duro para conquistar esse ponto, em uma disputa que não foi justa ou limpa, mas vou deixar que os outros julguem isso. Mas fiz uma ótima largada, uma boa corrida e estou feliz por isso”, afirmou Rubens.

Schumacher espremeu o brasileiro contra o muro da reta dos boxes e por pouco não ocasionou um acidente. Após a prova, a FIA puniu Schumacher com a perda de 10 posições no grid da próxima etapa na Bélgica.

O piloto brasileiro foi elogiado em sua equipe. “Hoje foi um bom resultado para a equipe. Rubens mostrou que ele tem paixão pelas corridas, o que tem caracterizado a sua carreira. Rubens também fez a terceira volta mais rápida da prova”, disse Patrick Head, diretor de engenharia da equipe Williams F1, sobre o tempo de 1min22s811, feito pelo brasileiro.

A Fórmula 1 fará uma pausa de quatro semanas durante as férias européias. O próximo Grande Prêmio será no dia 29 de agosto na Bélgica, no circuito de Spa Francorchamps, que comemora o GP de número 300 na carreira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *