F1: Rubinho acredita que Red Bull escondeu o jogo

Dono do terceiro melhor tempo do dia em Mônaco, Rubens Barrichello avalia que a Red Bull será a grande rival da Brawn GP neste final de semana, apesar de o time austríaco não ter se destacado durante os treinos livres desta quinta-feira.

“A Red Bull deve vir forte no sábado. Eles estavam mais atrás hoje, mas a diferença é de três ou quatro décimos. Isso é gasolina a mais deles”, avaliou o experiente Rubinho à Jovem Pan. Na segunda sessão de treinos livres, a mais rápida, Sebastian Vettel foi o sexto, enquanto Mark Webber ficou com a 12ª posição.

Com relação à Ferrari e a McLaren, que voltaram a figurar entre os carros mais rápidos, Barrichello acredita que eles se beneficiaram das características de Monte Carlo.

“Da mesma forma que o pessoal fala da parte aerodinâmica dos carros da Brawn, eles possuem um lado mecânico muito forte, o que é bom aqui. Ainda assim, espero uma pequena vantagem nossa”, revelou.

Acerto copiado – Bem superior a seu companheiro de equipe, Jenson Button, no dia, o brasileiro também falou sobre a possibilidade de o inglês copiar o seu acerto, algo que já ocorreu no GP da Espanha, quando o líder do Mundial acabou se dando melhor.

“É impossível esconder as coisas. Vou dar um exemplo disso: aqui em Mônaco, há muito barulho, especialmente quando os carros da GP2 estão na pista. Então, temos que usar walkie talks para nos comunicar e não tem jeito de o outro piloto não ouvir”, explicou o veterano. “Mas é uma via de ida e volta. Um dia eu posso sugar (informações) dele também”, observou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *