F1: Rubinho lamenta acerto do carro, mas diz estar feliz

O acerto do carro no Q3. Segundo Rubens Barrichello, este foi o fator que lhe tirou a pole-position do GP da Austrália. O veterano brasileiro sai neste domingo da segunda posição, atrás do companheiro de Brawn GP, Jenson Button.

“Tinha a esperança de conquistar a pole. O carro estava fantástico, mas no Q3 ele começou a sair de frente. Tentamos arrumar a asa, mas continuou assim, então ficou difícil”, explicou o recordista de GPs da história da categoria.

Rubens, entretanto, não ficou se lamentando nas entrevistas após o treino classificatório. “Os últimos três ou quatro meses foram críticos, esperando por notícias. Estou muito, mas muito feliz de estar aqui”, comentou o piloto.

“É preciso agradecer a Ross Brawn e Nick Fry. Na verdade, todos que tocaram neste carro precisa de um crédito, porque ele é realmente muito bom”, emendou.

Barrichello destacou ainda a sua motivação. “Me sinto mais empolgado que os jovens. Estou veloz e agradecido por ter um bom carro”, comemorou o brasileiro.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *