F1: Sauber anuncia Sergio Pérez para 2010

A Sauber anunciou o mexicano Sergio Pérez como parceiro do japonês Kamui Kobayashi para a temporada de 2011. Peréz encerra um hiato de 30 anos sem um mexicano na principal categoria do automobilismo mundial.

Atual vice-campeão da GP2 Series, categoria de acesso a F-1, Peréz conta apoio financeiro de Carlos Slim, dono da empresa de telecomunicações Telmex e homem mais rico do mundo, de acordo com a revista Forbes.

“A Fórmula 1 é o sonho de todo jovem piloto. E agora este sonho se tornou realidade para mim”, comemorou o mexicano. “Sei que é um grande desafio e responsabilidade, mas estou feliz por aceitar isso e representar o meu país na maior categoria do mundo do automobilismo”, destacou.

“Ele vem fazendo uma contínua curva ascendente nos últimos anos, mostrou espírito de luta na última temporada e provou que está pronto para dar este passo rumo à Fórmula 1”, afirmou Peter Sauber,  dono da equipe.

Pérez será o quinto mexicano na F-1. Os primeiros foram os irmãos Ricardo e Pedro Rodrigues. Ricardo morreu em um acidente durante o GP do México de 1962. Pedro venceu duas provas (África do Sul, 1967, pela Cooper e Bélgica 1970, pela BRM) falecendo em um acidente numa prova de carros esporte na Alemanha em 1971. Moises Solana disputou oito provas (sendo seis no México) na década de sessenta, sem destaque. Faleceu em um acidente em 1969.

Hector Rebaque chegou até a montar equipe própria, disputando a temporada de 1979 com o Rebaque HR100, sem nenhum resultado. Em 1980 e 1981 foi parceiro do brasileiro Nelson Piquet na Brabham, marcando onze pontos em 1981. Sua última corrida foi o GP dos EUA, Las Vegas em 1981.  No ano seguinte venceu uma prova na Indy, encerrando a carreira depois de um grave acidente em Michigan, no final daquele ano. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *