F1: Sauber começa ano sem patrocínio forte

Demora para conseguir entrar no grid dificultou negócios.

Aconteceu o que Peter Sauber temia: a demora para que a confirmação da permanência de sua equipe na Fórmula 1 fez com que os acordos de patrocínios demorassem a aparecer. A Sauber ficou sem um parceiro principal, pelo menos na corrida do Bahrein, que abre a temporada.

– Depois da retirada da BMW e da saída da equipe, o tempo ficou muito curto para encontrarmos um parceiro ou um patrocinador forte. Só tivemos a confirmação da entrada da 13ª equipe em dezembro, então as negociações começaram muito tarde. Porém, a temporada de 2010 está garantida para nós, mas quanto mais patrocinadores tivermos, mais poderemos investir no desenvolvimento – disse Peter Sauber ao “Switzerland´s 20 Minuten”.

E ao contrário de algumas equipes, ele não exigiu que os seus pilotos – Kamui Kobayashi e Pedro de la Rosa – levassem patrocínios para o time.

– Nenhum deles trouxe dinheiro. Eu os contratei apenas por suas realizações. Os mercados do Japão e da Espanha são lucrativos, mas também foram afetados pela crise mundial – concluiu Sauber.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *