F1: Sebastian Vettel vence GP da Austrália

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) venceu neste domingo (25/03) o GP da Austrália, no Circuito de Melbourne, etapa de abertura do Campeonato Mundial de F-1.  O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) terminou em segundo, seguido pelo finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari).

Pole-position Hamilton manteve a liderança até a 19ª volta, quando foi para os boxes, fazer a troca de pneus. O atual campeão voltou em segundo, atrás de Vettel, que ainda não havia parado.

F1: Sebastian Vettel vence GP da Austrália

Pouco depois os carros da equipe Haas, que faziam uma ótima prova, tiveram o mesmo problema.  O dinamarquês Kevin Magnussen, que ocupava a quarta posição, teve uma roda solta na pista, logo após deixar os boxes. Na sequencia seu parceiro, o francês Romain Grosjean, então quinto colocado, teve o mesmo problema, e parou na pista. Os abandonos foram causados por uma falha na pistola pneumática. Os comissários da prova abriram uma investigação sobre o incidente.

F1: Sebastian Vettel vence GP da Austrália

O Saferty Car Virtual foi acionado, e depois o Safety-Car entrou na pista. Vettel aproveitou e foi para os boxes, mantendo a ponta no retorno a pista.

Com a prova reiniciada na 31ª volta, Hamilton partiu para cima de Vettel, mas mesmo com três zonas de DRS (área permitida para a abertura da asa traseira móvel), o britânico não teve chances de recuperar a ponta. Nas voltas finais Vettel abriu vantagem, vencendo com cinco segundos de frente. Raikkonen completou o pódio.

O australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) terminou em quarto, seguido pelo espanhol Fernando Alonso (McLaren) e o seu parceiro de equipe, o holandês Max Verstappen.

O alemão Nico Hulkenberg (Renault), o finlandês Valtteri Bottas (Mercedes), que além do câmbio teve o motor trocado antes da prova, o belga Stoffel Vanddorne (McLaren) e o espanhol Carlos Sainz Jr. (Renault) completaram a zona de pontos.

A próxima etapa, o GP do Bahrain, acontece no dia 08 e abril.

F1: Sebastian Vettel vence GP da Austrália

Final:

1 – Sebastian Vettel (Ferrari) – 58 voltas
2 – Lewis Hamilton (Mercedes) – 5″036
3 – Kimi Raikkonen (Ferrari) – 6″309
4 – Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault) – 7″069
5 – Fernando Alonso (McLaren-Renault) – 27″886
6 – Max Verstappen (Red Bull-Renault) – 28″945
7 – Nico Hulkenberg (Renault) – 32″671
8 – Valtteri Bottas (Mercedes) – 34″339
9 – Stoffel Vandoorne (McLaren-Renault) – 34″921
10 – Carlos Sainz (Renault) – 45″722
11 – Sergio Perez (Force India-Mercedes) – 46″817
12 – Esteban Ocon (Force India-Mercedes) – 1’00″278
13 – Charles Leclerc (Sauber-Ferrari) – 1’15″759
14 – Lance Stroll (Williams-Mercedes) – 1’18″288
15 – Brendon Hartley (Toro Rosso-Honda) – 1 volta

Volta mais rápida: Daniel Ricciardo 1m23s945 na volta 54

Abandonos:

Romain Grosjean (Haas-Ferrari) – 24 voltas
Kevin Magnussen (Haas-Ferrari) – 22 voltas
Pierre Gasly (Toro Rosso-Honda) – 13 voltas
Marcus Ericsson (Sauber-Ferrari) – 5 voltas
Sergey Sirotkin (Williams-Mercedes) – 4 voltas

Campeonato, pilotos:
1.Vettel 25; 2.Hamilton 18; 3.Raikkonen 15; 4.Ricciardo 12; 5.Alonso 10; 6.Verstappen 8; 7.Hulkenberg 6; 8.Bottas 4; 9.Vandoorne 2; 10.Sainz 1.

Campeonato, construtores:

1.Ferrari 40; 2.Mercedes 22; 3.Red Bull-Renault 20; 4.McLaren-Renault 12; 5.Renault 7.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *