F1: Sebastian Vettel vence GP da Malásia

O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) venceu neste domingo (29/03), o GP da Malásia, no circuito de Sepang, segunda etapa da temporada. Foi a primeira vitória de Vettel na Ferrari, e 40ª na categoria. A dupla da Mercedes, o britânico Lewis Hamilton e o alemão Nico Rosberg completaram o pódio.

Hamilton alinhou na pole, e manteve a ponta na largada. Na quarta volta, durante um período de Safety-Car, Hamilton foi para os boxes pela primeira vez.  Rosberg também entrou nos pits. Ambos colocaram pneus duros.  Vettel assumiu a liderança pela primeira vez.

O carro de segurança foi acionado, devido a uma saída de pista do sueco Marcus Ericsson (Sauber), na curva 1.

Vettel liderou até entrar nos boxes pela primeira vez, na 17ª volta, e voltar em terceiro, atrás de Hamilton e Rosberg. 

Com pneus médios, Vettel passou Rosberg, que usava os pneus duros, na 22ª volta. Três voltas depois, Hamilton foi para os boxes, trocando os pneus para os médios, e Vettel retornou para a liderança. Rosberg parou nos boxes na 26ª volta, com a equipe trocando os pneus para os duros.

Na 38ª volta, Vettel entrou nos boxes, para o segundo pit stop, colocando pneus médios.  Hamilton entrou nos pits na seguinte, e a equipe colocou pneus duros, pois não tinha um jogo de pneus médios novo.

Na 42ª volta, Rosberg foi para os boxes, deixando Hamilton em segundo. Contudo com os pneus duros (o que deixou o piloto muito chateado, pois esperava um jogo de pneus médios), o atual campeão não teve como ameaçar a vitória de Vettel.

Vettel recebeu a bandeirada com dez segundos de vantagem sobre Hamilton. Rosberg fechou o pódio. Foi a primeira vitória da Ferrari desde o GP da Espanha de 2013. Vettel não vencia desde o GP do Brasil de 2013.

O finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) terminou em quarto, depois de uma prova de recuperação. Logo na primeira volta, ele teve um pneu furado, em um toque com o brasileiro Felipe Nasr (Sauber).

A dupla da Williams, o finlandês Valtteri Bottas e o brasileiro Felipe Massa, fez um intenso duelo nas voltas finais pela quinta posição. Na última volta, Bottas superou Massa.

O holandês Max Verstappen (Toro Rosso) conquistou os seus primeiros pontos na categoria, ao terminar em sétimo, seguido pelo parceiro de equipe, o espanhol Carlos Sainz. Verstappen, aos 17 anos, se tornou o mais jovem piloto a pontuar em uma prova de F-1.

A dupla da Red Bull, o russo Daniil Kvyat e o australiano Daniel Ricciardo completaram a zona de pontuação. Kvyat se recuperou de uma rodada na 26ª volta, depois de um toque do alemão Nico Hulkenberg (Force India), que levou uma punição de dez segundos nos boxes.

Nasr, que teve que trocar o bico do carro, depois do toque com Raikkonen, terminou na 12ª posição.

O segundo carro da Force India, do mexicano Sergio Pérez, também levou uma punição de dez segundos. Por um toque no francês Romain Grosjean (Lotus).

O espanhol Roberto Merhi (Manor), estreando na categoria, levou o carro até o final, na 15ª posição. O outro carro da equipe, com o britânico Wiil Stevens, não teve o problema no sitema de combustível consertado, e o piloto ficou fora da prova.

A McLaren segue seu calvário. O britânico Jenson Button e o espanhol Fernando Alonso, que fez a sua reestreia pela equipe, andaram no pelotão do fundo, até abandonarem.

O venezuelano Pastor Maldonado (Lotus) teve um pneu furado logo na primeira volta. E andou no fundo do pelotão até abandonar nas voltas finais.

Hamilton lidera o campeonato com 43 pontos, seguido por Vettel com 40 e Rosberg com 33. Massa é o quarto com 20.

A próxima etapa, o GP da China, em Shangai, acontece no dia 12 de abril.

Final:

1: Sebastian Vettel (ALE/Ferrari)
2: Lewis Hamilton (ING/Mercedes)
3: Nico Rosberg (ALE/Mercedes)
4: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)
5: Valtteri Bottas (FIN/Williams)
6: Felipe Massa (BRA/Williams)
7: Max Verstappen (HOL/Toro Rosso)
8: Carlos Sainz Jr. (ESP/Toro Rosso)
9: Daniil Kvyat (RUS/Red Bull)
10: Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)
11: Romain Grosjean (FRA/Lotus)
12: Felipe Nasr (BRA/Sauber)
13: Sergio Pérez (MEX/Force India)
14: Nico Hulkenberg (ALE/Force India)
15: Roberto Merhi (ESP/Manor Marussia)

Não completaram:
Pastor Maldonado (VEN/Lotus)
Jenson Button (ING/McLaren)
Fernando Alonso (ESP/McLaren)
Marcus Ericsson (SUE/Sauber)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *