F1: Sebastian Vettel vence no Japão. Felipe Massa é 2º

O alemão Sebastian Vettel (Red Bull) venceu neste domingo (07/10), o GP do Japão, em Suzuka, 15ª etapa da temporada. Foi a 3ª vitória de Vettel no ano, e a 24ª na categoria. O brasileiro Felipe Massa (Ferrari) foi o 2º, seguido pelo japonês Kamui Kobayashi (Sauber).

Pole-position, Vettel dominou a prova, vencendo de ponta a ponta, com vinte segundos de vantagem sobre Massa. Com a vitória, e o abandono do espanhol Fernando Alonso (Ferrari), Vettel diminuiu para apenas quatro pontos a diferença entre eles na tabela de pontos, 194 a 190.

Após uma grande largada, quando aproveitou as confusões a sua frente, ganhando quatro posições (de 10º para 6º), Massa superou Kobayashi e o inglês Jenson Button (McLaren), na saída do primeiro pit stop na 18ª volta, indo para 2º. No segundo pit stop, na 37ª volta, Massa manteve a posição. O Brasil não tinha vinha piloto no pódio desde o GP da Coreia do Sul de 2010 (3º lugar de Massa).

Kobayashi resistiu aos ataques de Button nas voltas finais, e para delírio da fanática torcida japonesa, conquistou o seu primeiro pódio na categoria. Kobasyashi é o 3º japonês a subir no pódio na F-1, o segundo em casa. Aguri Suzuki (Lola) foi o 3º no GP do Japão de 1990 e Takuma Sato (BAR) o 3º no GP dos EUA de 2004.

Button terminou em 4º, seguido pelo parceiro de equipe, Lewis Hamilton, que travou um intenso duelo com o mexicano Sergio Pérez (Sauber) no começo da prova. Hamilton saiu dos pits, após a sua primeira parada, logo a frente de Pérez, que tentou recuperar a posição  em seguida, sem sucesso. No Hairpin, o mexicano tentou, por fora, novamente passar o inglês. Contudo Pérez acabou perdendo o controle do carro, e rodou, abandonando ao sair da pista.

O finlandês Kimi Raikkonen (Lotus) terminou em 6º. Logo na primeira curva, o Campeão Mundial de 2007 tocou rodas com Alonso. O espanhou rodou, foi para a areia e abandonou. A batida provocou uma reação em cadeia. O francês Romain Grosjean (Lotus) escorregou e acertou o australiano Mark Webber (Red Bull), que rodou. Webber teve que ir para os boxes. Grosjean (que pela oitava vez no ano se envolveu em um acidente nas primeiras curvas) levou um stop- and-go de dez segundos. Mais no fundo do grid, o brasileiro Bruno Senna (Williams) se enroscou com o alemão Nico Rosberg (Mercedes), que abandonou. Senna teve que ir para os boxes, trocar o bico do carro quebrado. Ele levou um drive-through pelo toque. O Safety-Car foi acionado por três voltas.

O alemão Nico Hulkenberg (Force India) foi o 7º, seguido pelo venezuelano Pastor Maldonado (Williams), que não pontuava desde a vitória no GP da Espanha. Webber se recuperou depois de cair paras as últimas posições, e com apenas mais uma parada, terminou em 9º. Seu compatriota, Daniel Ricciardo (Toro Rosso) fechou a zona de pontos. Senna foi o 14º.

Alonso lidera com 194 pontos, quatro a mais do que Vettel, faltando cinco provas para o fim do campeonato. Raikkonen é o 3º com 157.

A próxima etapa, o GP da Coreia do Sul, acontece no dia 14 de outubro. 

Final:

1º) Sebastian Vettel (ALE) – Red Bull – 1h28m56s242
2º) Felipe Massa (BRA) – Ferrari – a 20s639
3º) Kamui Kobayashi (JAP) – Sauber – a24s538
4º) Jenson Button (GBR) – McLaren – a 25s098
5º) Lewis Hamilton (GBR) – McLaren – a 46s490
6º) Kimi Raikkonen (FIN) – Lotus – a 50s424
7º) Nico Hulkenberg (ALE) – Force India – a 51s159
8º) Pastor Maldonado (VEN) – Williams – a 52s364
9º) Mark Webber (AUS) – Red Bull – a 54s675
10º) Daniel Ricciardo (AUS) – Toro Rosso – a 1m06s919
11º) Michael Schumacher (ALE) – Mercedes – a 1m07s769
12º) Paul di Resta (GBR) – Force India – a 1m23s400
13º) Jean-Éric Vergne (FRA) – Toro Rosso – a 1m28s600
14º) Bruno Senna (BRA) – Williams – a 1m28s700
15º) Romain Grosjean (FRA) – Lotus – a 1 volta
16º) Heiki Kovalainen (FIN) – Caterham – a 1 volta
17º) Timo Glock (ALE) – Marussia – a 1 volta
18º) Vitaly Petrov (RUS) – Caterham – a 1 volta
19º) Pedro de La Rosa (ESP) – HRT – a 1 volta

Não completaram
Charles Pic (FRA) – Marussia – 39ª volta
Narain Karthikeyan (IND) – HRT – 35ª volta
Sergio Perez (MEX) – Sauber – 19ª volta
Fernando Alonso (ESP) – Ferrari – 1ª volta
Nico Rosberg (ALE) – Mercedes – 1ª volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *