F1: Segundo Briatore, sistema KERS pode deixar a Fórmula 1 em 2010

Chefe da Renault e sem papas na língua, o italiano Flávio Briatore revelou nesta segunda-feira que a Fota (Associação de Equipes da Fómula 1) está pressionando a FIA (Federação Internacional de Automobilismo) para decretar o fim do sistema KERS na próxima temporada. Até o momento, esta tecnologia não tem obtido o resultado esperado e vem sendo criticada por muitos pilotos, inclusive o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari.

“A Associação de equipes quer a proibição do Kers em 2010. Percebemos que uma solução virou custo e a FIA deveria notar também. Tudo deveria ser falado antes de começar a temporada, e o mesmo acontece com os difusores. Não ter feito isso nos trouxe despesas inúteis”, julgou o italiano ao jornal daquele país Gazzetta dello Sport.

Segundo Briatore, o alto custo da peça não tem obtido os resultados suficientes para arcar com as despesas. Sobre os difusores, o italiano manteve sua postura inicial e, apesar da Renault adotar o sistema, criticou duramente.

“O problema é que as regras não estão claras. Elas precisam voltar a ser transparentes. Até hoje eu não entendo o que a FIA avalia como buraco no difusor, e em contrapartida temos que voltar a estar na mesma situação. Existem equipes com o KERS e outras sem ele, algumas com o super-difusor e outras sem ele. Isto não é bom”, completou o principal mandatário da escuderia.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *