F1: Sem ‘árvore de dinheiro’, Nelsinho nega equipe própria

Demitido da Renault, o brasileiro Nelsinho Piquet negou que seu pai esteja negociando a aquisição do espólio da BMW Sauber para que ele possa correr a temporada 2010 da Fórmula 1. A informação foi divulgada nesta segunda-feira no jornal O Estado de São Paulo.

Questionado sobre o assunto pela rádio Jovem Pan, Nelsinho abusou do bom humor. “É verdade. A gente plantou árvore que nasce umas folhinhas verdes, que é dinheiro e vamos comprar uma equipe”, afirmou o piloto.

Em seguida, mais sério, ele refutou veementemente esta possibilidade. “Não tem sentido o que escreveram. A gente nunca pensou e nem quer isso. É problema demais para o nosso lado. Eu quero estar dirigindo em uma equipe normal”, garantiu.

No trabalho de recolocação na principal categoria do automobilismo mundial, Nelsinho afirmou que vai continuar frequentando as corridas para manter contato com os dirigentes. Uma coisa, porém, é certa: Nelson Piquet agora será seu manager.

“O Briatore disse que ia tomar conta de mim na F-1 e esse foi um dos motivos para o meu pai não ter ido muito no meu primeiro ano na categoria. Foi um dos grandes erros”, avaliou o piloto.”Tive discussões desnecessárias, em horas erradas durante o final de semana com o Briatore. Isso só parou quando meu pai começou a me acompanhar este ano”, comentou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *