F1: Sem brilho, Barrichello fala em largar em ‘quarto ou quinto’

Após ver a Brawn GP colocar seus representantes nas 17a e 18a posições no primeiro dia de treinos para o Grande Prêmio da Bélgica, Rubens Barrichello poderia apenas minimizar o resultado discreto e prometer evolução no sábado. O brasileiro, contudo, chegou a admitir que esperava mais do carro, “menos competitivo” na comparação com aquele que triunfou em Valência.

“Ainda há um caminho a percorrer para entendermos todo o potencial do carro, mas não há problemas como na Hungria”, afirmou, em referência à etapa na qual a Brawn GP marcou apenas dois pontos. “A pista (da Bélgica) nos favorece. Estou tranquilo, dá para conseguir um lugarzinho em quarto ou quinto no grid”.

Em uma sexta-feira bastante movimentada em Spa, a Brawn até começou bem pela manhã com Button e barrichello entre os seis melhores. Porém, nessa sessão apenas dez pilotos puderam testar sobre a pista seca.

Quando a chuva desapareceu, pela tarde (horário local), a equipe esteve longe de brilhar, e os velhos parceiros ficaram a nove décimos de segundo do líder, Lewis Hamilton.

Descontadas as diferenças entre os combustíveis portados por cada carro, Barrichello considera que essa diferença ao menos cairá para quatro, contudo isso ainda não seria considerado suficiente.

“Os tempos não contam a história verdadeira, mas não estamos tão competitivos quanto em Valência”, reconheceu, lembrando-se do desempenho do fim de semana passado, quando venceu.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *