F1: Senna credita resultado a acerto visando à corrida

Brasileiro adotou uma regulagem mais conservadora e acabou apenas na 14ª colocação no grid de largada do GP da Europa

– Estava superpróximo, estávamos com um acerto um pouco diferente, pensando na conservação de pneus na corrida. Então, espero que essa estratégia dê certo. O Pastor foi um pouquinho mais agressivo com o carro dele, o que faz a diferença no qualifying, mas não esperava uma  diferença tão grande no tempo, para ser sincero. Mas se eu tivesse conseguido melhorar, seriam dois, três décimos, não ia fazer tanta diferença.

Senna, que havia terminado os treinos livres de sexta-feira em quinto lugar, disse ainda que, apesar de não ter feito uma grande volta no Q2, não teria conseguido evoluir tanto na classificação.

– Tomamos as decisões, espero que amanhã isso pague. Não é tão fácil largar de 14º e passar para os pontos, é difícil ultrapassar. Mas só Deus sabe, é preciso manter a cabeça erguida e ver o que acontece. As temperaturas aumentaram, a pista mudou e favoreceu um pouco mais um carro mais agressivo. Não acertei todos os meus setores juntos, mas não tinha muito mais para tirar – finalizou o brasileiro.

Fonte: LANCENET!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *