F1: Sergio Pérez não quer ordens de equipe em 2018

A Force India foi a quarta colocada no Mundial de Construtores em 2017, realizando boa temporada. Para o próximo ano, as expectativas na equipe são positivas. Para o mexicano Sergio Pérez, um dos pilotos da escuderia, um fator também será importante: a liberdade para ele e seu companheiro, o francês Esteban Ocon.

Em entrevista ao Motorsport, ele afirmou que será necessário que ambos sejam liberados para atacarem na pista, mesmo se for necessário ultrapassar o carro do mesmo time.

“Temos que entender que será muito difícil a próxima temporada. Renault e McLaren estarão perto de nós. Então, precisamos ter liberdade na pista para podermos atingir os objetivos”, analisou o mexicano, que terminou 2017 como sétimo colocado no Mundial de Pilotos. Seu melhor desempenho foi o quarto lugar na Espanha.

Um dos pontos baixos do ano da Force India foi no GP da Bélgica, quando Pérez e Ocon acabaram batendo, o que deixou a relação deles complicada. Porém, de acordo com Sergio, a situação já está estabilizada.

“Chegamos a um ponto muito difícil em Spa. Mas depois disso as coisas melhoraram. Estamos trabalhando profissionalmente, porque temos que buscar as evoluções necessárias para 2018”, finalizou.

A temporada da Fórmula 1 começa em 25 de março, com o Grande Prêmio da Austrália. O britânico Lewis Hamilton, da Mercedes, será o defensor do título da competição, que não terá pilotos brasileiros após a saída de Felipe Massa.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *