F1: Superado por Alonso, Massa fala em falta de aderência

O espanhol Fernando Alonso, que venceu a prova de abertura da temporada no Bahrein, voltou a superar Felipe Massa no treino classificatório para o Grande Prêmio da Austrália, realizado na madrugada deste sábado. O brasileiro justificou o rendimento abaixo do esperado por problemas de aderência na pista do Albert Park.

“Não consegui encontrar o grip (aderência) do pneu, tanto com os duros quanto com os moles. Foi um pouco difícil a classificação. Espero que esteja um pouco mais quente amanhã. Vamos se conseguimos entrar na temperatura ideal e fazer uma corrida melhor”, disse Massa à Rede Globo sobre a prova marcada para as 3h (de Brasília) deste domingo.

A pole position ficou com o alemão Sebastian Vettel (1min23s919), seguido pelo australiano Mark Webber (1min24s035), seu companheiro na Red Bull. Alonso foi o terceiro com a marca de 1min24s111 e Massa ficou em quinto com 1min24s837, já que foi superado pelos 1min24s675 do inglês Jenson Button, da McLaren.

“O jeito dele de guiar e o acerto do carro ajudaram os pneus a esquentar”, disse Massa sobre Alonso. “No meu carro, desde ontem à tarde estou tentando encontrar uma solução e não consigo. Não foi a classificação que eu esperava. Definitivamente, não é o ideal para pensar em uma vitória”, declarou.

Apesar de lamentar o resultado final no treino classificatório, Felipe Massa adota um discurso esperançoso e lembra que as provas no circuito urbano de Alberto Park costumam ser imprevisíveis, algo que aumenta as chances dos competidores que vêm de trás no grid.

“No Bahrein, também era difícil e conseguimos chegar. Agora, largando em quinto, não será uma corrida fácil. Vamos tentar chegar no final e marcar o maior número de pontos possível. Essa corrida é muito dura, especialmente porque, como já vimos no passado, tudo pode acontecer aqui”, encerrou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *