F1: Superaquecimento de motor força Ferrari a ter novo carro

A Ferrari decidiu fazer uma nova versão do F10, carro usado este ano, segundo a revista LAutosprint. O motivo é evitar problemas de superaquecimento no modelo ao longo da temporada 2010.

No primeiro GP do ano, quando Fernando Alonso e Felipe Massa, ambos da Ferrari, passaram Sebastian Vettel, da Red Bull, no Bahrein, era a hora perfeita para o brasileiro tentar ultrapassar o espanhol e conseguir a primeira vitória.
No entanto, segundo a publicação italiana, ele ouviu em seu rádio a ordem para tirar o pé e economizar combustível. Não foi uma determinação para que ele deixasse o espanhol vencer, mas sim um temor da equipe sobre o superaquecimento do motor.
“A temperatura do motor é resultado da aerodinâmica do carro, então temos que trabalhar para ter certeza de que não teremos mais esses problemas para as próximas corridas”, disse Stefano Domenicali, chefe de equipe. Antes da corrida do Bahrein, aliás, os dois pilotos da equipe italiana trocaram de motor horas antes de irem à pista.
Segundo a LAutosprint, um dos focos do novo carro da Ferrari seria no difusor duplo do monoposto, que será desenvolvido por Giuseppe Azzolini, especialista em CFD (Fluidodinâmica Computacional) que estava na Toyota até o ano passado.
Fonte: Lancepress!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *