F1: Temos que bater palmas para o Rubinho, diz Massa

Vencedor do Grande Prêmio do Brasil pela segunda vez nos últimos três anos, o brasileiro Felipe Massa tratou de fazer a sua homenagem ao compatriota Rubens Barrichello, da Honda, que pode ter feito a sua última corrida pela Fórmula 1 neste domingo, no Autódromo de Interlagos.

Um dia depois de ficar com o vice-campeonato mundial, em disputa que foi decidida apenas na última volta, o ferrarista não esqueceu do histórico do veterano piloto e afirmou que o companheiro merece palmas, caso confirme a despedida da categoria.


Depois de terminar o ano com a 15ª colocação em Interlagos e fechar o campeonato na 14ª posição, com apenas 11 pontos, Barrichello segue na espera de propostas de outras equipes para continuar na Fórmula 1, que é o seu desejo para a temporada de 2009.


“Como amigo, falei para ele que acho que não pode sair e ir para uma equipe qualquer, para tentar correr de qualquer jeito ou por dinheiro. Ele tem toda uma história, a carreira dele foi sensacional, duas vezes vice-campeão e correu na Ferrari por seis anos. Foi o piloto que mais correu na Fórmula 1 e, se ele parar mesmo, temos que bater palmas”, disse Massa, em entrevista ao Sportv.


Mesmo com os baixos números demonstrados nesta temporada, o desempenho de Barrichello foi defendido pelo companheiro da Ferrari. Assim como o próprio piloto já havia reclamado em outras ocasiões, Massa não poupou críticas ao carro que a Honda apresentou para o ano de 2008.


“O Rubinho fez uma excelente temporada neste ano. Ele tem um carro que nem com reza brava dava para fazer algo melhor. E acabou fazendo um ano melhor que o Button (Jenson, seu companheiro de equipe)”, disse Massa, referindo-se aos três pontos marcados pelo britânico na temporada.


Fonte: Terra

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *