F1: Time de Rubinho vende parte de ações para investidor da Áustria

Desde 1977 uma equipe totalmente dirigida pelos britânicos Frank Williams e Patrick Head, a Williams será controlada também por capital estrangeiro a partir da próxima temporada da Fórmula 1. Nesta sexta-feira, foi anunciado que o investidor austríaco Toto Wolff comprou parte das ações do time no qual correrão Rubens Barrichello e Nico Hulkenberg.

Uma das competidoras mais tradicionais da Fórmula 1, a Williams teve sempre suas ações divididas por Frank, chefe de equipe, e Head, diretor-técnico. Eles sempre mostraram resistentes em relação à mudança desse quadro, embora nos últimos anos as especulações que os ligavam a um novo parceiro tivessem aumentado.

Nesse contexto aparece Wolff. Austríaco de 37 anos, ele possui uma empresa focada em internet e novas tecnologias. Com bastante interesse em automobilismo, já foi até piloto, tendo competido nesta década no Campeonato de Rali da Áustria e no Campeonato de Turismo da FIA (GT).

Depois do anúncio, Williams resolveu se pronunciar para explicar que, na prática, “nada muda” na fábrica de Grove. Segundo ele, Wolff controlará entre “10% e 49%” da equipe, portanto não será um sócio majoritário. “Não tenho intenção de interromper meu envolvimento na companhia ou de cessar minhas atividades na Fórmula 1. Simplesmente quero cuidar de uma ou duas necessidades financeiras”, comentou.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *