F1: Toto Wolff afirma que Bottas merecia vencer e explica sua decisão

A grande polêmica no Grande Prêmio da Rússia foi o fato de Toto Wolff, chefe da Mercedes, ter mandado Valtteri Bottas deixar Lewis Hamilton passar durante a prova e não devolver a posição no final apesar do questionamento do finlandês. Após a dobradinha, o executivo comentou a situação.

“Somos todos pilotos no fundo do coração e o que queremos é sair e correr, deixar o homem mais rápido vencer. E então somos vários caras racionais e discutimos um monte de coisas de manhã, mas elas foram diferentes na corrida”, declarou Wolff à Sky Sports.

“Isso é o que aconteceu hoje. Devemos estar nas alturas com essa dobradinha e fundamentalmente estamos, mas ainda assim fomos contra Valtteri. Era para ser uma vitória para ele e nós mudamos isso”, completou.

Toto Wolff ainda explicou a sua decisão de manter Lewis Hamilton na ponta em vez devolver a primeira colocação para Valtteri Bottas. Para ele, os sete pontos de vantagem sobre Sebastian Vettel na briga pelo Mundial de Pilotos foram decisivos em sua escolha.

“Isso é ruim para os pilotos e para a equipe. Contudo, há uma dura realidade também que, em um dia como este, pode aumentar a liderança em mais sete pontos em um campeonato que vem sendo muito duro e difícil”.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *