F1: Lewis Hamilton vence GP da Rússia

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu neste domingo (30/09) o GP da Rússia, no Circuito de Sochi, 16ª etapa a temporada. Foi a oitava vitória de Hamilton no ano, e 70ª na categoria. O finlandês Valtteri Bottas completou a dobradinha da Mercedes. O alemão Sebastian Vettel (Ferrari) foi o terceiro.

Pole-position Bottas manteve a ponta na largada, seguido por Hamilton, Vettel e o finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari). Saindo da penúltima posição, o holandês Max Verstappen (Red Bull) era o destaque das primeiras voltas, ganhando posições volta a volta, com várias ultrapassagens. Alcançando o quinto lugar antes da décima volta.

Na 12ª volta Bottas foi o primeiro dos líderes a parar nos boxes, colocando pneus macios. Voltou em quinto. Na sequência Vettel também parou, para pneus macios.

Hamilton entrou nos boxes na 15ª volta, trocando os pneus para os macios. O britânico voltou atrás de Vettel. Pouco depois Hamilton ultrapassou Vettel, depois de uma fechada de porta do alemão.

Raikkonen, líder provisório, entrou nos boxes, para pneus macios. Verstappen, sem fazer a parada nos pits, assumiu a ponta.

Na 25ª volta, Bottas recebeu ordens pelo rádio, para deixar Hamilton passar. A equipe alegou que Hamilton tinha bolhas nos pneus, e estava sendo pressionado por Vettel. O finlandês acatou a ordem e deixou o companheiro de equipe passar, ao praticamente parar o carro.

F1: Lewis Hamilton vence GP da Rússia

Depois de 24 voltas na ponta, Verstappen entrou nos boxes na 43ª volta, com Hamilton assumindo a ponta.

Bottas perguntou pelo rádio, se Hamilton iria devolver a posição, recebendo uma reposta negativa da equipe. Diretor da Mercedes Toto Wolff disse a Bottas que eles vão conversar depois, com mais calma, sobre o fato.

Raikkonen terminou em quarto, seguido por Verstappen e o australiano Daniel Ricciardo (Red Bull).

O monegasco Charles Leclerc (Sauber), o dinamarquês Kevin Magnussen (Haas), e a dupla da Force India, o francês Esteban Ocon e o mexicano Sergio Pérez, completaram a zona de pontos.

No pódio, um constrangido Hamilton ofereceu o troféu de vencedor para Bottas, que recusou.

“Foi de fato um dia difícil. Valtteri é um real cavalheiro em me permitir passar. Ter uma dobradinha – usualmente estaríamos eufóricos. Valtteri merceu ganhar.. mas hoje foi realmente um esforço da equipe”, declarou Hamilton.

“Um dia difícil. Um bom resultado enquanto equipe mas pessoalmente como todos viram foi um tanto difícil. Lewis está lutando pelo campeonato, então sempre temos um plano, mas foi isso.” declarou Bottas.

Hamilton lidera o campeonato com 306 pontos, seguido por Vettel com 256.

A próxima etapa, o GP do Japão, em Suzuka, acontece no dia 07 de outubro.

F1: Lewis Hamilton vence GP da Rússia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *