GP3 Series: Leonardo Pulcini e David Beckmann vencem na Rússia

O italiano Leonardo Pulcini (Campos Racing) e o alemão David Beckmann (Trident) foram os vencedores da penúltima etapa da temporada, disputada no Circuito de Sochi, na Rússia.

Prova 1:

Pulcini venceu no sábado (29/09), a primeira prova da etapa. Foi a primeira vitória de Pulcini na categoria. O russo Nikita Mazepin e o francês Anthoine Hubert, parceiros na ART, completaram o pódio.

Pole-position Pulcini venceu de ponta a ponta. Mazepin, que havia feito a pole mas foi punido por cortar a curva quatro no treino, terminou em segundo. Hubert foi o terceiro.

O belga Richard Verschoor (MP Motorsport) terminou em quarto, seguido pelo alemão David Beckmann (Trident) e o australiano Joey Mawson (Arden) e a dupla da Jenzer, o norte-americano Juan Manuel Correa e a colombiana Tatiana Calderón, fecharam a zona de pontos. Mowson garantiu a primeira posição do grid da segunda prova (oito primeiros da primeira prova invertidos).

O brasileiro Pedro Piquet (Trident) terminou na 15ª posição.

Final, prova 1:

1 – Leonardo Pulcini – Campos – 20 voltas em 38’56″960
2 – Nikita Mazepin – ART – 3″955
3 – Anthoine Hubert – ART – 7″037
4 – Richard Verschoor – MP Motorsport – 8″314
5 – David Beckmann – Trident – 12″631
6 – Simo Laaksonen – Campos – 13″442
7 – Jake Hughes – ART – 14″198
8 – Joey Mawson – Arden – 24″084
9 – Juan Manuel Correa – Jenzer – 25″503
10 – Tatiana Calderón – Jenzer – 31″565
11 – Gabriel Aubry – Arden – 31″973
12 – Jannes Fittje – Jenzer – 33″156
13 – Callum Ilott – ART – 35″793
14 – Giuliano Alesi – Trident – 36″222
15 – Pedro Piquet – Trident – 37″714
16 – Sacha Fenestraz – Arden – 38″412
17 – Devlin DeFrancesco – MP Motorsport – 39″357
18 – Ryan Tveter – Trident – 1 giro

Volta mais rápida: Nikita Mazepin 1’56″004

Abandono:

Diego Menchaca – Campos – 1 volta

Prova 2:

Neste domingo (30/09) Beckmann venceu a segunda prova. Foi a terceira vitória de Beckmann no ano. Mowson e Verschoor completaram o pódio.

Mowson liderava a prova desde a largada, com mais de um segundo de vantagem sobre Beckmann. Quando um Safety-Car Virtual foi acionado, e juntou os carros.

Com a prova reiniciada Beckmann, usando o RS, superou Mowson na última volta. Vencendo com 0s6 de vantagem. Verschoor fechou o pódio.

Hubert foi o quarto, seguido por Correa, o francês Gabriel Aubry (Arden), Caderón, e Pulcini. Piquet terminou na 11ª posição.

Hubert lidera o campeonato com 199 pontos, seguido por Mazepin com 167.

A última etapa acontece no Circuito de Yas Marina, nos Emirados Árabes Unidos, nos dias 24 e 25 de novembro.

Final, prova 2:

1 – David Beckmann – Trident – 15 voltas em 29’43″318
2 – Joey Mawson – Arden – 0″617
3 – Richard Verschoor – MP Motorsport – 1″056
4 – Anthoine Hubert – ART – 4″559
5 – Juan Manuel Correa – Jenzer – 5″736
6 – Gabriel Aubry – Arden – 10″464
7 – Tatiana Calderón – Jenzer – 11″292
8 – Leonardo Pulcini – Campos – 11″852
9 – Ryan Tveter – Trident – 13″204
10 – Jannes Fittje – Jenzer – 14″719
11 – Pedro Piquet – Trident – 15″175
12 – Devlin DeFrancesco – MP Motorsport – 20″866
13 – Sacha Fenestraz – Arden – 25″386
14 – Simo Laaksonen – Campos – 25″963
15 – Diego Menchaca – Campos – 26″442
16 – Jake Hughes – ART – 57″406
17 – Giuliano Alesi – Trident – 1’40″305
18 – Callum Ilott – ART – 1 volta

Volta mais rápida: Jake Hughes 1’55″087

Abandonos:

Nikita Mazepin – ART – 14 voltas

Campeonato:

1.Hubert 199 punti; 2.Mazepin 167; 3.Ilott 147; 4.Pulcini 131; 5.Beckmann 119

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *