F1: Trulli defende exclusão de Alonso e Hamilton

Piloto da Toyota, Jarno Trulli declarou ontem que Lewis Hamilton e Fernando Alonso deveriam ter sido excluídos da disputa do Mundial de Pilotos desta temporada por conta do escândalo de espionagem envolvendo a McLaren.

 


“É muito complicado julgar essa história de espionagem Você nunca saberá a verdade, a não ser que esteja dentro do time. Mas, se você desclassificasse uma equipe, provavelmente desclassificaria os pilotos, porque todos estão envolvidos e trabalham para o mesmo time”, declarou o piloto.


Trulli comparou a polêmica da espionagem com o GP dos Estados Unidos de 2005, quando por conta de um protesto da Michelin, apenas seis carros entraram na pista.


“É tão complicado para a imagem da Fórmula 1 quanto naquela ocasião. É uma vergonha para a Fórmula 1. Foi um duro golpe para o esporte”, acredita o italiano, que não diz não querer mais falar sobre o assunto.



Fonte: Gazeta Press  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *