Mundial Cross Country: Palmeirinha em 7º lugar no Rally do Marrocos

O segundo dia do Rally do Marrocos, 4ª rodada do Campeonato Mundial de Rali Cross Country, transcorreu sem maiores problemas para o piloto brasileiro Paulo Nobre, o Palmeirinha (Itaú Priovate Bank). Correndo com uma BMW X3 e tendo como navegador o português Filipe Palmeiro, Palmeirinha obteve a 7ª colocação na etapa de 327 km de trecho cronometrado com largada e chegada na cidade de Zagora.

 


O resultado de hoje, fechando o grupo dos carros de ponta – formado pela BMW e Volkswagen – deixou o brasileiro satisfeito, mas também mostrou um ponto onde ele tem que evoluir nesse aprendizado com os principais pilotos da modalidade.


“Hoje o dia teve muitos daqueles retões intermináveis. Com o piso irregular, o carro fica pulando de um lado para outro, isso quando você não pega uma vala que faz a roda traseira sair muito do chão, muitas vezes raspando a frente do carro. Ainda me falta um pouco de experiência nesse tipo de situação, pois enquanto a nossa média nessas retas fica em volta dos 140km/h, os ponteiros andam em média superior aos 170 km/h. Os picos de velocidade são os mesmos, perto dos 190 km/h, mas eles conseguem fazer uma leitura melhor do terreno e assim imprimir uma velocidade média maior. Não adianta tentar fazer na coragem, já que isso pode dar certo por um ou dois dias, mas uma hora vai terminar em acidente e acabar com sua prova. Só com experiência é que vamos melhorar essa leitura de terreno e é por isso que estamos aqui, para aprender cada vez mais”, reconheceu Palmeirinha, que pulou da 16ª para a 8ª colocação na classificação geral da prova.


A vitória na etapa de hoje ficou com o espanhol Carlos Sainz, com um Volkswagen Touareg, mas na disputa entre as marcas a BMW mostrou evolução. O piloto do Catar, Nasser Al Attiyah, foi o 3º colocado e ultrapassou o português Carlos Sousa na trilha de hoje numa das longas retas. “O Nasser contou da manobra em cima do Sousa no dia de hoje e ficou entusiasmado com o rendimento do motor dos nossos carros, que já está superior ao da Volkswagen. Isso deixou a todos na equipe entusiasmados, já que o Touareg é considerado o carro mais rápido do Cross Country Mundial e se estamos nos aproximando do seu rendimento isso abre uma grande perspectiva para as próximas provas, principalmente o Rally Lisboa Dakar de 2008.” contou Palmeirinha.


Nesta quinta-feira, o Rally do Marrocos seguirá na cidade de Zagora, com a realização de uma etapa de 354 km de extensão, sendo 344 km de trechos cronometrados.


Resultado da 2ª etapa do Rally do Marrocos
1º Carlos Sainz/Michel Perin (Volkswagen), 2h55min39
2º Giniel de Villiers/Dirk Von Zitzewitz (Volkswagen), a 4min32s
3º Nasser Al Attiyah/Alain Guhennec (BMW), a 5min55s
4º Carlos Sousa/Andreas Schulz (Volkswagen), a 7min20s
5º Mark Miller/Ralph Pitchford (Volkswagen), a 7min54s
6º Guerlain Chicherrit/Mathieu Baumel (BMW), a 8min29s
7º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro (BMW), a 21min55s
8º Dominique Houssieaux/Jean Michel Polato (Schlesser), a 32min42s
9º José Luis Monterde/JEan Marie Lurquin (Schlesser), a 33min14s
10º Isabelle Patissier/Thierry Delli Zotti (Proto), a 36min543


Classificação geral da prova após duas etapas:
1º Carlos Sainz/Michel Perin, 5h23min58s
2º Giniel de Villiers/Dirk Von Zitzewitz, a 3min58s
3º Carlos Sousa/Andreas Schulz, a 13min03s
4º Nasser Al Attiyah/Alain Guehennec, a 13min24s
5º Mark Miller/Ralph Pitchford, a 22min06
6º Dominique Houssieaux/Jean Michel Polato, a 51min45s
7º Isabelle Patissier/Thierry Delli Zotti, a 1h00min29s
8º Paulo Nobre/Filipe Palmeiro, a1h04min30s
9º Sandor Kis/Peter Czegledi, a 1h05min57s
10º Maris Saukans/DidzisZarins, a 1h21min17s

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *