F1: Verstappen terá de cumprir serviço comunitário após empurrar Ocon

Max Verstappen foi penalizado pela Federação Internacional de Automobilismo após empurrar Esteban Ocon enquanto os pilotos aguardavam para a pesagem que sucedeu o GP do Brasil de Fórmula 1. O holandês empurrou o rival da Force India depois de trocar algumas palavras com ele e recebeu dois dias de serviço comunitário como punição.

Em comunicado oficial, a FIA entendeu a decepção de Verstappen, que acabou perdendo a corrida graças a Ocon, responsável por fazer o holandês perder o controle do carro e ir para fora da pista. Assim, Lewis Hamilton teve caminho livre para ultrapassá-lo e reassumir a liderança.

“Os comissários entenderam que Max Verstappen estava extremamente triste pelo incidente na pista e aceitou sua explicação que não era sua intenção se chocar com Ocon, mas ele traumatizado, o que fez com que ele perdesse seu temperamento”, diz o comunicado da FIA.

Os dois dias de serviço comunitário de Max Verstappen terão de ser concluídos dentro de seis meses. “Embora simpatizados com a paixão de Verstappen, os comissários determinaram que é obrigação de um esportista deste nível agir apropriadamente e, como modelo para muitos outros pilotos, falhou nesse aspecto”, acrescentou a entidade que regula a Fórmula 1.

Confira o vídeo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *