F1: Vettel diz que ultrapassagens em Valência são arriscadas

Vencedor do Grande Prêmio da Europa de Fórmula 1 da temporada passada, o alemão Sebastian Vettel acredita que é preciso assumir riscos para ultrapassar no circuito de Valência, onde ocorre a prova deste domingo. Segundo o piloto da Red Bull, isso ocorre porque o carro perde aderência por conta das características arquitetônicas da pista de rua.

“Ultrapassar é possível, mas apenas com algum risco. A razão para isso é que a turbulência de ar criada pelos carros andando um bem atrás do outro não desaparece, como normalmente ocorreria, por conta dos muros altos em volta do circuito”, disse Vettel. “Você perde aderência, e em alguns casos extremos, precisa aliviar o acelerador”, completou.

Apesar de ser composto por vias normalmente utilizadas por carros de passeio durante todo o ano, o circuito de Valência é considerado um dos mais rápidos da temporada da Fórmula 1 e beneficiou o carro da Red Bull na temporada passada. Em 2011, Sebastian Vettel garantiu a pole position e liderou toda a prova para conquistar a vitória também com a volta mais rápida da corrida.

“Nós dirigimos a uma média de mais de 200 quilômetros por hora, o que significa que é uma das pistas de rua mais velozes da Fórmula 1. A reta de largada é especial, porque não é muito longa e acaba em uma curva rápida para a direita que fazemos a 290 quilômetros por hora”, avaliou o alemão.

Fonte: GazetaEsportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *