F1: Williams apresenta o FW29

A equipe Williams apresentou nesta sexta-feira (02/02), o FW29, em sua sede na cidade inglesa de Grove. É a esperança da equipe de Frank Williams retornar as conquistas, sumidas desde 1997, quando Jacques Villeneuve conquistou o título de pilotos.

 


As cores continuam praticamente as mesmas da temporada passada. O branco na frente do carro e a traseira totalmente azul escura. Os novos patrocinadores principais, a AT&T, e a Lenovo, terão seus nomes estampados, respectivamente, nas asas dianteira e traseira.


 


A principal atração do novo modelo está debaixo da carenagem, o motor V8 da Toyota. Mas na apresentação o nome da montadora japonesa seque foi citado. O logotipo da empresa aparece no carro, de forma discreta, atrás do escapamento do motor. Nos macacões dos pilotos o logotipo não aparece.


 


Na parte aerodinâmica o bico do FW29 é estreito, com a asa dianteira num formato diferente das demais equipes. As laterais apresentam um enorme apêndice aerodinâmico. Segundo Sam Michael, diretor-técnico da Williams, o aerofólio traseiro está mais leve, a estrutura de impacto mais baixa e larga, e as tomadas de ar maiores para aumentar o resfriamento do motor.


 


O fundador da equipe, Frank Williams, na Fórmula 1 desde 1969, disse que quer esquecer a temporada 2006, a pior desde 1978. E que iniciam a temporada com uma nova imagem, graças aos novos patrocinadores, que serviram de inspiração para os trabalhos de construção do novo carro.


 


O austríaco Alexander Wurz, que volta a ser titular na F-1 depois de 6 anos, disse que este empolgado e ansioso para voltar a correr, depois de tanto tempo trabalhando como piloto de testes.


 


Já o alemão Nico Rosberg revelou que a experiência adquirida na sua primeira temporada na categoria irá lhe ajudar muito. E que todos na equipe trabalharam muito nas últimas semanas, para desenvolver o carro. Ele acredita que 2007 será um ano muito produtivo.


 


Patrick Head, diretor de engenharia da equipe, disse que o desejo da equipe é voltar a vencer corridas, o que não acontece desde o GP do Brasil de 2004, com Juan Pablo Montoya.


 


O engenheiro Rod Nelson, que trabalhava com o espanhol Fernand Alonso, foi contratado e será o chefe operacional de engenharia, cuidando das estratégias de corrida da equipe.


 


Os primeiros testes com o FW 29 acontecem na próxima terça-feira (06/02), em Jerez de La Fronteira, na Espanha.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *