F1: Williams queria boicotar o GP do Bahrein

Dirigente elogia decisão de não realizar corrida no país agora

Acabou que o Grande Prêmio do Bahrein de Fórmula 1 foi suspenso devido à instabilidade política no país, mas a Williams revelou que teria boicotado a corrida caso a data de 13 de março tivesse sido mantida. Segundo o diretor técnico Adam Parr, era um sentimento entre as equipes que a prova deveria ser boicotada.

– A decisão foi certa por parte dos governantes, e por qualquer razão que não tivesse sido essa a decisão, não acho que iríamos lá. Se o GP tivesse ido adiante, não acho que nós, e, suspeito, os outros times, teriam ido – comentou Parr.

Ainda não há uma nova data para a corrida, mas é provável que ela seja disputada no fim da temporada.

Fonte: LANCEPRESS!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *