F2: Campeão Andy Soucek vence em Imola

Campeão por antecipação, o espanhol Andy Soucek venceu neste domingo (20/09), em Imola, a prova de encerramento da 7ª rodada dupla da temporada. Foi a quinta vitória do espanohl no ano. O canadense Robert Wickens, e o sérvio Milos Pavlovic, completaram o pódio.

Saindo da terceira posição Soucek fez uma grande largada, assumindo a liderança poucos metros depois, com o pole-position Wickens caindo para a quarta posição. O russo Mikhail Aleshin partiu para cima de Wickens na Tamburello, acabando por rodar, e sendo acertado pelo alemão Jens Höing. A batida trouxe o Safety-Car para a pista no final da primeira volta.

O italiano Pietro Gandolfi demorou a desacelerar, indo para cima da suíça Natacha Gachnang, com os dois abandonando. Gachnang deixou o acidente, furiosa com o italiano.

O motor do carro do italiano Mirko Bortolotti estourou, derramando óleo na Tamburello, no exato momento da relargada. Os ingleses Alex Brundle e Jack Clarke e o francês Julien Jousse saíram da pista, ao passarem pelo óleo derramado. Clarke conseguiu retornar a prova. Os comissários colocaram areia no local onde o óleo estava derramado. Na mesma volta o lituano Kazim Vasiliauskas, vencedor da prova de sábado, abandonou, também com o motor quebrado.  

Com a bandeira verde Soucek manteve a ponta, sem ser ameaçado por Wickens. Pavlovic, em terceiro, correu sozinho. O alemão Tobias Hegewald terminou em 4º, seguido pelo brasileiro Carlos Iaconelli. O inglês Jolyon Palmer foi o 6º, seguido pelo compatriota Jason Moore. O mexicano espanhol German Sanchez fechou a zona de pontos, em 8º.

Já campeão Soucek soma 95 pontos. Wickens em 2º, soma 58, seguido por Aleshin, com 49 e Bortolotti, que soma 47. Iaconelli em 10º, tem 21 pontos.

A última rodada dupla acontece em Barcelona, na Espanha, ente os dias 30 de outubro e 01 de novembro.   

Grid:

1 – Robert Wickens – 1’37”401
2 – Mirko Bortolotti – 1’37”516
3 – Andy Soucek – 1’37”556
4 – Milos Pavlovic – 1’37”823
5 – Kazim Vasiliauskas – 1’38”002
6 – Mikhail Aleshin – 1’38”186
7  Philipp Eng – 1’38”268
8 – Tobias Hegewald – 1’38”436
9 – Alex Brundle – 1’38”548
10 – Edoardo Piscopo – 1’38”560
11 – Carlos Iaconelli – 1’38”717
12 – Jack Clarke – 1’38”727
1 – Julien Jousse – 1’38”819
14 – Henri Karjalainen – 1’38”819
15 – German Sanchez – 1’38”825
16 – Jolyn Palmer – 1’38”972
17 – Jason Moore – 1’39”062
18 – Tom Gladdis – 1’39”372
19 – Sebastian Hohenthal – 1’39”447
20 – Jens Hoing – 1’39”496
21 – Ollie Hancock – 1’39”518
22 – Nicola De Marco – 1’39”019 *
23 – Pietro Gandolfi – 1’40”588
24 – Armaan Ebrahim – 1’40”654
25 – Natacha Gachnang – 1’42”379
* Punido com a perda de cinco posições

Final:

1 – Andy Soucek – 15 voltas em 30m12s572
2 – Robert Wickens – 2”407
3 – Milos Pavlovic – 7”912
4 – Tobias Hegewald – 16”389
5 – Carlos Iaconelli – 20”163
6 – Jolyon Palmer – 23”510
7 – Jason Moore – 25”495
8 – German Sanchez – 27”214
9 – Nicola de Marco – 27”288
10 – Philipp Eng – 28”071
11 – Ollie Hancock – 30”220
12 – Sebastian Hohenthal – 33”234
13 – Tom Gladdis – 33”872
14 – Jack Clarke – 42”134
15 – Henri Karjalainen – 43”202

Abandonos:

Mirko Bortolotti – 5 voltas
Kazim Vasiliauskas – 5 voltas
Alex Brundle – 5 voltas
Julien Jousse – 5 voltas
Edoardo Piscopo – 2 voltas
Natacha Gachnang – 1 volta
Pietro Gandolfi – 1 volta
Armaan Ebrahim – 0 volta
Mikhail Aleshin – 0 volta
Jens Höing – 0 volta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *