F3 Alemã: Pontos escapam no final para Derani

Brasileiro teve corrida bem mais difícil neste domingo (9) e apesar de ter andado boa parte da corrida na zona de pontuação, chance de marcar mais pontos no campeonato escapou no final da prova.

O final de semana foi de grande aprendizado para Pipo Derani no circuito de Sachsenring, na Alemanha, palco da segunda rodada dupla do Campeonato Alemão de Fórmula 3. Pela primeira vez andando no circuito localizado na parte oeste daquele país, o jovem brasileiro acumulou dois nonos lugares nas duas provas disputadas.
“A corrida de hoje foi bem mais difícil que a de ontem. Fui espremido por dois carros na largada e mesmo assim consegui manter a minha posição”, lembrou Derani, que saiu da nona colocação neste domingo (9). Na prova anterior, o brasileiro largou da 16ª colocação, fez um início agressivo e ganhou seis posições nas três primeiras voltas, para terminar em 9º lugar.
“O carro do (Stef) Dusseldorp apagou na largada e na primeira metade da corrida ele ficou atrás de mim um bom tempo tentando ganhar o oitavo lugar e, consequentemente, a posição na zona de pontos. Enquanto isso, o pessoal da frente abriu uma distância, porque estávamos lutando por posição”, explicou. “Consegui manter o mesmo ritmo até o final da corrida quando o Markus Pommer passou a me pressionar”, comentou o piloto da Motopark Academy. “Faltando poucas voltas para o fim, fui atrapalhado por um retardatário, que me colocou na parte suja da pista. Perdi tempo e o oitavo lugar”, disse. A prova foi vencida mais uma vez pelo francês Tom Dilman.
Entre os estreantes, Pipo ficou com a quinta posição e é o quarto na pontuação que inclui apenas aqueles que fazem sua primeira temporada na F3 Alemã – Kevin Magnussen e Daniel Abt estão empatados com 34 pontos; Jimmy Eriksson tem 17 e Pipo, 13.
O mais jovem brasileiro em atividade no automobilismo europeu destacou que o final de semana representou um grande aprendizado. “Acho que mesmo com as condições difíceis – eu sendo espremido na largada, pressionado o tempo todo, atrapalhado por um retardatário – eu consegui manter o mesmo ritmo do início ao fim da prova. Até virei um pouco mais rápido que na corrida de sábado, e o dia foi bem mais difícil para mim. Sem dúvida, vamos utilizar esta bagagem adquirida para as próximas corridas”, afirmou o brasileiro de 16 anos.
A próxima rodada dupla do Campeonato Alemão de F3 acontece no circuito de Hockenheim, nos dias 29 e 30 deste mês.
Confira os dez primeiros da corrida:
1-) Tom Dilman (FRA/Technik) – 25 voltas em 31min12s530
2-) Daniel Abt (ALE/Van Amersfoort) – a 11s145
3-) Kevin Magnussen (DIN/Motopark Academy) – a 12s295
4-) Marco Sörensen (DIN/Brandi Racing) – a 14s903
5-) Gary Hauser (LUX/Racing Experience) – a 24s993
6-) Jimmy Eriksson (SUE/Motopark Acadey) – a 27s270
7-) Will Steindl (ALE/Brandi Racing) – a 33s128
😎 Markus Pommer (ALE/Brandi Racing) – a 39s682
9-) Pipo Derani (BRA/Motopark Academy) – a 42s748
10-) Alon Day (ISR/Performance Racing) – a 45s271

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *