F3 Alemã: ‘Sem sorte, mas protegido por Deus’, diz Marcello Thomaz

Brasileiro sofre acidente bizarro na 7ª etapa da temporada ao ter capacete atingido por um pedaço de aerofólio em Nurburgring).

A incrível série de acontecimentos incomuns que tem recheado o início de temporada do brasileiro Marcello Thomaz no Campeonato Alemão de Fórmula 3 teve mais um capítulo neste sábado (27/05), em Nurburgring. Na 7ª etapa do torneio, o piloto da Swiss Racing Team vinha fazendo mais uma prova de recuperação e na terceira volta da disputa já ocupava a 11ª colocação depois de partir da 30ª e última posição do grid, quando foi atingido no capacete por um pedaço de aerofólio. A peça ainda atingido o encosto de cabeça do carro e puxou a argola de acionamento do extintor de incêndio do carro, fazendo que o cockpit do Dallara F306/Opel do brasileiro fosse tomado pelo pó químico, obrigando Marcello a abandonar a corrida, vencida pelo britânico Joey Foster.

“As coisas já não começaram bem para nós nos treinos classificatórios, quando eu e meu companheiro de equipe fomos desclassificados por usarmos um jogo de roda antigo, não homologado para este ano. Partindo de trigésimo mas com um carro muito rápido, fiz um início de prova alucinado passando quase um carro por curva. Mas na terceira volta o carro que ia a minha frente passou por cima de um pedaço de asa que estava no meio da pista e a peça veio na minha direção, batendo no meu capacete, cortando todo o encosto de cabeça do carro e puxando a argola do extintor de incêndio. Tive que abandonar pois não enxergava nada, o carro ficou todo branco assim como eu”, explicou.“Vendo o estrago que o pedaço de aerofólio fez no encosto de cabeça, dou Graças a Deus que aquilo não me atingiu abaixo do capacete”, completou Marcello que nesta temporada já enfrentou uma bateria arriada durante um treino classificatório, um princípio de incêndio também em uma classificação, além de ter o coreano Reccardo Bruins subindo em seu carro na última prova em Lausitz.

Neste domingo será disputado em Nurburgring a 8ª etapa do campeonato.

O resultado da 7ª etapa foi o seguinte:
1º Joey Foster (Grã-Bretanha – Lola B06-30/Opel), 18 voltas em 25min14s663
2º Riccardo Azzoli (Itália – SLC R1-006/Opel), a 5s474
3º Harald Schlegelmilch (Letônia – Dallara F304/Opel), a 5s970
4º Ferdinand Kool (Holanda – Lola B06-30/Opel), a 7s474
5º Ho-Pin Tung (China – Lola B06-30/Opel), a 9s365
6º Cyndie Allemann (Suíça – Dallara F306/Mercedes), a 32s179
7º Johannes Theobald (Alemanha – Dallara F304/Mercedes), a 43s184
8º Norman Knop (Alemanha – Dallara F306/Opel), a 45s542

A classificação do campeonato após sete etapas:
1º Joey Foster, 48 pontos
2º Ho-Pin Tung, 46
3º Nico Hulkenberg, 39
4º Ferdinand Kool, 34
5º Riccardo Azzoli, 30
6º Renger van der Zande, 25
14º Marcello Thomaz, 2

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *