F3 Asiática: O brasileiro Rafael Suzuki volta a competir na Ásia

Com quatro provas em dois dias, o torneio é o primeiro a retornar em 2008.

O novo ano acaba de começar e as emoções do automobilismo já estão de volta. A primeira categoria de monopostos a reiniciar as atividades em 2008 é a Fórmula 3 Asiática, um dos principais certames do continente. No próximo fim de semana (12 e 13 de janeiro) serão disputadas quatro provas no circuito de Batangas, nas Filipinas, válidas da 5ª à 8ª etapas da competição. “Eu nunca disputei quatro corridas de carro num mesmo fim de semana, vamos ver como será”, conta o estreante Rafael Suzuki (SVLabs/MeuCarro.jp/Shutt), que ocupa a terceira colocação na tabela de classificação.

Após um bom começo de temporada, Rafael Suzuki encara esta pequena maratona com a expectativa de melhorar cada vez mais no campeonato. “Ainda estou começando minha carreira e quero evoluir e somar mais pontos agora nessas provas”, explica o piloto paulista. Seu principal objetivo é ganhar mais experiência e se adaptar melhor ao bólido. “Cada etapa é importante para que eu conheça mais o carro e fique mais à vontade para tirar todo o seu potencial. Vou para as Filipinas com esse intuito”, revela o novato na Fórmula 3 Asiática.

Campeão da Seletiva Petrobras de Kart 2007, o representante da Goddard Team está surpreendendo a todos na categoria. Com pouquíssima experiência em monopostos, ele pontuou bem nas quatro provas do campeonato e anotou uma pole position na última rodada realizada. “Vou procurar usar a experiência das corridas anteriores para me manter bem na competição”, fala o piloto de 21 anos. Um dos momentos mais importantes do competidor na temporada aconteceu na última corrida. “Na quarta etapa eu tive uma disputa muito intensa com o inglês Matthew Howson. Foi a mais acirrada da minha curta carreira. Aprendi bastante”, ressalta. Rafael competiu apenas 11 vezes com carros de competição, enquanto alguns de seus adversários já correm há quatro ou cinco anos e tem mais de 60 provas no currículo.

Para a corrida de Batangas o piloto apoiado pela SVLabs/MeuCarro.jp/Shutt se prepara para enfrentar dificuldades. “Eu não conheço o circuito, mas me falaram que ele é bastante duro, com muitas curvas e bastante variação de subidas e descidas. Ele é comparado a Brands Hatch, na Inglaterra”, diz. Outra preocupação de Rafael é com a parte física. “Além do desgaste natural, a previsão é de muito calor. A regularidade no fim de semana será fundamental”, conclui.

Após quatro etapas, o campeonato de Fórmula 3 Asiática está assim:

1°) Fredéric Vervisch (Goddard), Bélgica, 75 pontos
2°) Hamad Al Fardan (GFH Bahrain), Bahrain, 63 pontos
3°) Rafael Suzuki (Goddard), Brasil, 47 pontos
4°) Matthew Howson (PTRS), Grã Bretanha, 45 pontos
5°) Arturo Gonzalez (Aran Racing), México, 34 pontos
6°) David Julien (Goddard), Estados Unidos, 24 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *