F3 Asiática: Rafael Suzuki conquista primeira vitória internacional do Brasil em 2008

O piloto paulista venceu pela primeira vez na carreira nas Filipinas.

A primeira prova da supermaratona de seis corridas que encerra a temporada 2007/2008 da Fórmula 3 Asiática foi especial para o paulista Rafael Suzuki (SVLabs/MeuCarro.jp/Shutt) e para o automobilismo brasileiro em 2008. A 13ª etapa do certame marcou a primeira vitória do país na temporada. Foi também o triunfo inaugural da carreira do piloto, logo em sua primeira temporada completa com monopostos. “Fantastico! Estou muito contente. Comemorar uma vitória dentro de um cockpit é uma sensação completamente diferente, mas claro, incrível”, exclama o jovem de 20 anos. A corrida também abriu o Super Racing Festival, que além de válido pelas 13ª a18ª etapas da competição, ainda conta com uma premiação paralela toda especial.


 


Rafael Suzuki assumiu a liderança da corrida logo na largada. “Fiz uma boa largada e fui para a liderança. Na primeira volta sofri uma pressão do (Matthew ) Howson, mas consegui defender a posição. Em seguida, na segunda volta eu comecei a abrir pequena diferença volta a volta”, explica. Apesar de ficar na ponta logo no começo, o primeiro triunfo do automobilismo nacional nesta temporada não veio sem sofrimento. Principalmente devido ao calor, já que a temperatura ambiente em Batangas era de 38° C no momento da corrida. “Foi muito difícil, pois o asfalto estava muito quente e o carro começa a perder aderência no decorrer das voltas. Consegui ir abrindo aos poucos para ganhar a primeira com três segundos de vantagem”, conta o vencedor. Numa condução calma e precisa, o titular do Team Goddard não foi ameaçado e conquistou a vitória de ponta a ponta. “Acho que a primeira vitória é sempre a mais difícil, sempre tem aquela pressãozinha a mais”, avalia. O inglês Matthew Howson e o belga Frederic Vervisch completaram os três primeiros colocados.


 


Na segunda prova do dia, o carro de Suzuki ficou parado no grid logo no início, devido a um atraso no procedimento de largada. Um carro no final do pelotão deixou o motor morrer e ao invés de darem mais uma volta de apresentação, esperaram o piloto religar o carro. “Isso fez com que eu segurasse a embreagem e a primeira marcha ativa por muito tempo. Eu simplesmente não larguei. O motor morreu no grid na hora da largada com problemas na embreagem”, afirmou o representante da SVLabs/MeuCarro.jp/Shutt. O Team Goddard considera a hipótese de algum problema com a embreagem, que provavelmente devido a superaquecimento, não está funcionando. “Não coloquei neutro porque já tivemos problemas com isso. Quando as luzes apagaram para a largada, não sai do lugar”, explica. Mesmo após cair para o final do pelotão o brasileiro teve uma boa recuperação e terminou a corrida na terceira colocação. “Gostei desta corrida também, pois eu tinha um carro melhor que a primeira e meu ritmo era muito bom. Consegui ultrapassar o Ed Pead na penúltima volta no final da reta. Pelo menos chegar ao podium foi razoável após a corrida inteira puxando forte”, diz.


 


Com os resultados Rafael Suzuki se manteve na terceira colocação do campeonato, com 164 pontos e ainda briga pelo vice-campeonato com Howson, que soma 192. Vervisch é o líder com 238 pontos. Para a primeira prova do sábado Suzuki vai largar na segunda posição. O inglês Matt Howson sairá na pole position. “Trabalhamos a noite procurando o problema na embreagem. Espero largar bem, mas com certeza será duro, pois o Howson defenderá de todos os jeitos, e isso ele faz muito bem”, finaliza.


 


O Super Racing Festival também abrigará dois torneios paralelos, inclusive com premiação e troféus separados do Campeonato Asiático de F-3, para quem fizer mais pontos para o “Asian Formula Three Trophy” e o “AF3 Trophy Champion Driver”.


 


Confira o resultado da 13ª etapa da F3 Asiática


 


1°) Rafael Suzuki (Goddard), Brasil;


2°) Matthew Howson (PTRS), Inglaterra;


3°) Fredéric Vervisch (Goddard), Bélgica;


4°) Ed Pead (Aran Racing), Inglaterra;


5º) Leonardo Valois (Aran Racing), Colômbia;


6°) Peter Kalpakiotis (Goddard), Inglaterra;


 


Assim ficou a 14ª etapa da F3 Asiática


 


1°) Matthew Howson (PTRS), Inglaterra;


2°) Fredéric Vervisch (Goddard), Bélgica;


3°) Rafael Suzuki (Goddard), Brasil;


4°) Ed Pead (Aran Racing), Inglaterra;


5°) Peter Kalpakiotis (Goddard), Inglaterra;


6°) Rolando Hermoso (Speedtech), Filipinas;


 


A classificação dos dez primeiros no campeonato está assim após 14 etapas:


 


1°) Fredéric Vervisch (Goddard), Bélgica, 238 pontos;


2°) Matthew Howson (PTRS), Inglaterra, 192;


3°) Rafael Suzuki (Goddard), Brasil, 164;


4°) Hamad Al Fardan (GFH Bahrain), Bahrain, 126;


5º) Niall Quinn (Aran Racing), Irlanda, 47;


6°) Arturo Gonzalez (Aran Racing), México, 34;


7º) Don Tacos (Speedtech), Inglaterra, 30;


8º) Paulo Ip (PTRS), China, 21;


9º) Ed Pead (Aran Racing), Inglaterra, 20;


10°) David Julian (Goddard), Estados Unidos, 18.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *