F3 Australiana: Bruno Senna vence sua primeira corrida na Austrália

Pouco mais de doze anos depois da última vitória de Ayrton, a 41ª de uma carreira que o levou ao tricampeonato da Fórmula 1, o nome Senna voltou a ocupar o degrau mais alto do pódio. Nesta sexta-feira, Bruno, sobrinho do ídolo morto em 1994, venceu sua primeira corrida desde que estreou nas pistas no fim de 2004.


O piloto de 22 anos ganhou a prova da Fórmula 3 realizada em Melbourne, em seguida aos treinos oficiais do GP da Austrália. Numa dessas coincidências para a qual não há explicação, a vitória veio exatamente no país onde o tio ganhou pela última vez. Era o fechamento da temporada, dia 7 de novembro de 1993, em Adelaide.

Bruno está participando das quatro corridas da Fórmula 3 que integram o programa do GP da Austrália. Na véspera, abrindo a rodada quádrupla, chegou perto da vitória, mas recebeu uma batida quando liderava na penúltima volta. Cruzou a linha de chegada em quarto lugar e com apenas três rodas. Mas subiu para terceiro com a punição aplicada a Martin Trimble, causador do acidente.

Hoje, em compensação, ninguém conseguiu atrapalhar sua arrancada rumo à bandeira quadriculada. Bruno saiu em terceiro e não precisou de mais do que meia volta para assumir a ponta. “Apertei o ritmo no início para abrir vantagem sobre os mais próximos, mas aos poucos os primeiros pingos de chuva começaram a deixar a pista perigosa. A folga que eu tinha me permitiu tirar um pouco o pé do acelerador quando a aderência diminuiu ainda mais. Quando a água caiu mais forte, a direção de prova resolveu encerrar a corrida com uma volta a menos”, explicou Bruno, que correu com o Dallara F304-Opel do BRT Team.

Bruno comemorou bastante o resultado. A cerimônia de entrega de troféus contou com a execução do Hino Nacional brasileiro. “Foi emocionante”, afirmou. “Eu já havia passado perto no ano passado”, disse o paulista, lembrando os dois segundos lugares na Fórmula 3 inglesa. “Mas hoje eu sabia que venceria. Na largada, pensei: não quero nem saber, vou para cima deles”, continuou Bruno, que na véspera havia quebrado o recorde da categoria no circuito de Albert Park e hoje voltou a fazer a volta mais rápida.

Neste sábado, Bruno sairá na pole da terceira prova e pode conquistar a segunda vitória. “Foi um resultado para aumentar minha confiança e me deixar ainda mais otimista para a temporada na Fórmula 3 inglesa. Será um campeonato muito equilibrado e difícil, mas tenho certeza que posso vencer lá também”, concluiu. O campeonato será aberto dia 17 de abril, em Oulton Park.

O resultado final em Melbourne:

1 – Bruno Senna (Team BRM), 7 voltas em 13min52s238 (média de 161 km/h)
2 – James Winslow (Piccola Scuderia), 13min56s251
3 – Tim Macrow (Tim Macrow Racing), 13min58s268
4 – Leanne Tander (Fleet Care TanderSport), 14min30s658
5 – Ricky Occhipinti (Formula Uno Motors), 14min57s043
6 – Michael Trimble (Astuti Motor Sport), 15min14s260

Melhor volta: Bruno Senna, em 1min52s870 (média de 169 km/h)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *