F3 Inglesa: Bruno Senna fica atrás de rival no grid e dificulta sua situação

A luta de Bruno Senna pelo vice-campeonato inglês de Fórmula 3 ficou um pouco mais complicada depois dos treinos classificatórios que definiram neste sábado a ordem de largada da rodada dupla de encerramento da temporada em Thruxton. Bruno conquistou o 3º e o 10º lugares e viu Oliver Jarvis, seu rival na disputa da posição, garantir o segundo posto no grid das duas provas.

Jarvis tem 218 pontos contra 211 do brasileiro. Bruno precisa pelo menos se igualar ao inglês na contagem final, já que levaria vantagem no primeiro critério de desempate – cinco vitórias contra uma de Jarvis. Mike Conway, companheiro de Bruno na Räikkönen Robertson Racing, tem 311 e se sagrou campeão por antecipação na semana passada em Silverstone. Curiosamente, a pole ficou em poder de parceiros dos duelistas – Danny Watts, inscrito nos últimos dias pela Räikkönen Robertson Racing, sairá na frente na abertura do programa de domingo, enquanto Maro Engel, que também corre pela Carlin Motorsport, comandará o pelotão de 22 carros no fechamento.


“O jogo ainda está aberto”, avisou Bruno, apesar do resultado inesperado na segunda tomada de tempos. “Thruxton é uma pista com vários pontos de ultrapassagem. Andamos com o pé embaixo cerca de 80% da volta. Pelo que senti, meu carro está bem-acertado para o asfalto molhado, como indica a previsão da meteorologia para amanhã. O terceiro lugar no primeiro qualifying foi normal; no segundo, demoramos para colocar pneus de pista seca e a chuva voltou logo depois que deixei os boxes. Mas ainda estou acreditando que o domingo pode terminar bem”, concluiu.


A 21ª etapa começará às 7h30 e a 22ª tem largada prevista para as 10h15, ambas com duração de 20 voltas ou máximo de 30 minutos.


Os melhores no grid da 21ª etapa:


1 – Danny Watts (Inglaterra), Räikkönen Robertson Racing, Dallara F306-Mercedes HWA, 1min06s932
2 – Oliver Jarvis (Inglaterra), Carlin Motorsport, Dallara F306-Mugen, a 0s114
3 – Bruno Senna (Inglaterra), Räikkönen Robertson Racing, Dallara F306-Mercedes HWA, 0s2350
4 – Maro Engel (Alemanha), Carlin Motorsport, Dallara F306-Mugen, a 0s568
5 – Stephen Jelley (Inglaterra), Räikkönen Robertson Racing, Dallara F306-Mercedes HWA, a 0s804
6 – Mike Conway (Inglaterra), Räikkönen Robertson Racing, Dallara F306-Mercedes HWA, a 0s824
7 – Yelmer Buurman (Holanda), Fortec Motorsport, Dallara F306-Mercedes HWA, a 0s856
8 – Alberto Valério (Brasil), Cesário Fórmula, Dallara F306-Mugen, a 1s247
9 – Jonathan Kennard (Inglaterra), Alan Docking Racing, Dallara F306-Mugen, a 1s374
10 – Stuart Hall (Inglaterra), T-Sport, Dallara F306-Mugen, a 1s388


Os melhores no grid da 2ª etapa:
1 – Maro Engel (Alemanha), Carlin Motorsport, Dallara F306-Mugen, 1min09s705
2 – Oliver Jarvis (Inglaterra), Carlin Motorsport, Dallara F306-Mugen, a 0s176
3 – Stephen Jelley (Inglaterra), Räikkönen Robertson Racing, Dallara F306-Mercedes HWA, a 0s604
4 – James Jakes (Inglaterra), Hitech Racing, Dallara F306-Mercedes HWA, a 0s825
5 – Alberto Valério (Brasil), Cesário Fórmula, Dallara F306-Mugen, a 0s934
6 – Mike Conway (Inglaterra), Räikkönen Robertson Racing, Dallara F306-Mercedes HWA, a 1s139
7 – Christian Bakkerud (Dinmarca), Carlin Motorsport, Dallara F306-Mugen, a 1s566
8 – Yelmer Buurman (Fortec Motorsport), Dallara F306-Mercedes HWA, a 1s623
9 – Stuart Hall (Inglaterra), T-Sport, Dallara F306-Mugen, a 1s739
10 – Bruno Senna (Brasil), Räikkönen Robertson Racing, Dallara F306-Mercedes HWA, a 1s913

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *