F3 Inglesa: Felipe Nasr e William Buller vencem em Paul Ricard

O brasileiro Felipe Nasr (Carlin) e o britânico William Buller (Fortec) foram os vencedores da 6ª etapa da temporada, disputada em Paul Ricard, na França.

Prova 1:

No sábado (16/07), Nasr venceu a primeira prova da etapa. O português Antonio Felix Da Costa (Hitech) e o colombiano Carlos Huertas (Carlin) completaram o pódio.

Nasr venceu de ponta a ponta, depois de na largada superar seu parceiro de equipe, o dinamarquês Kevin Magnussen, que alinhou na pole. Da Costa ainda pressionou Nasr nas voltas iniciais, com o brasileiro vencendo com 1s2 após 14 voltas. Huertas foi o 3º.

Magnussen caiu para 7º na largada, e se recuperou, perdendo o 3º lugar por apenas 0s392. Os britânicos Jack Harvey e Rupert Svendsen-Cook, ambos da Carlin, fecharam os seis primeiros.

Entre os demais brasileiros Lucas Foresti (Fortec) terminou em 9º, depois de escapar da pista, na disputa pela 4ª posição com Magnussen, na 5ª volta. Pipo Derani (Double R) terminou em 13º, Pietro Fantin (Hitech), em 15º após ter problemas no motor VW na volta final quando estava entre os dez primeiros. Yann Cunha (T Sport) foi o 16º.

Final, prova 1:

1 – Felipe Nasr (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 14 voltas em 28’50″120
2 – Antonio Felix Da Costa (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 1″295
3 – Carlos Huertas (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 8″602
4 – Kevin Magnussen (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 8″994
5 – Jack Harvey (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 12″811
6 – Rupert Svendsen-Cook (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 19″612
7 – William Buller (Dallara-Mercedes) – Fortec – 20″232
8 – Jazeman Jaafar (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 33″329
9 – Lucas Foresti (Dallara-Mercedes) – Fortec – 35″888
10 – Harry Tincknell (Dallara-Mercedes) – Fortec – 36″059
11 – Fahmi Ilyas (Dallara-Mercedes) – Fortec – 37″114
12 – Hywel Lloyd (Dallara-Mercedes) – Sino Vision – 37″648
13 – Pipo Derani (Dallara-Mercedes) – Double R – 38″488
14 – Scott Pye (Dallara-Mercedes) – Double R – 39″130
15 – Pietro Fantin (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 42″255
16 – Yann Cunha (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 47″591

17 – Adderly Fong (Dallara-Mercedes) – Sino Vision – 48″404
18 – Kotaru Sakurai (Dallara 305-Mugen) – Hitech – 1 volta

Volta mais rápida: Felipe Nasr 2’02″857

Abandonos:

Menasheh Idafar (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 10 voltas
Bart Hylkema (Dallara 307-Mugen) – T Sport – 3 voltas

Prova 2:

Buller, no domingo (17/07), venceu a segunda prova. Svendsen-Cook e Felix da Costa fecharam o pódio.

Logo após a largada a bandeira vermelha foi agitada, devido a um múltiplo acidente. A confusão começou quando o britânico Hywel Lloyd (Sino Vision) ficou parado no grid. Com alguns pilotos achando que a largada havia sido autorizada e outros abortada, muitos aceleraram.

O britânico Scott Pye acertou a traseira de Derani, seu parceiro de equipe, com o holandês Bart Hylkema (T-Sport) se enroscando com Foresti e Nasr. Depois que os fiscais limparam a pista, Buller manteve a ponta na relargada, vencendo de ponta a ponta a prova, de apenas seis voltas. Da costa conquistou outro pódio.

Magnussen foi o 4º, seguido por Huertas e Harvey. Foresti terminou em 7º, seguido por Fantin. Cunha foi o 14º. Nasr chegou em 9º, mas foi punido pelo incidente com Hylkema, caindo para 16º.

Final, prova 2:

1 – William Buller (Dallara-Mercedes) – Fortec – 6 voltas em 12’25″918
2 – Rupert Svendsen-Cook (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1″621
3 – Antonio Felix Da Costa (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 2″288
4 – Kevin Magnussen (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 3″289
5 – Carlos Huertas (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 6″186
6 – Jack Harvey (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 9″693
7 – Lucas Foresti (Dallara-Mercedes) – Fortec – 12″409
8 – Pietro Fantin (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 13″009

9 – Jazeman Jaafar (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 16″888
10 – Hywel Lloyd (Dallara-Mercedes) – Sino Vision – 18″748
11 – Menasheh Idafar (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 19″410
12 – Adderly Fong (Dallara-Mercedes) – Sino Vision – 20″134
13 – Yann Cunha (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 20″958
14 – Fahmi Ilyas (Dallara-Mercedes) – Fortec – 37″466
15 – Kotaru Sakurai (Dallara 305-Mugen) – Hitech – 39″201
16 – Felipe Nasr (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 44″173*
17 – Harry Tincknell (Dallara-Mercedes) – Fortec – 50″685

Volta mais rápida: Will Buller 2’02″977

Abandonos:
Pipo Derani (Dallara-Mercedes) – Double R – 1 volta
Scott Pye (Dallara-Mercedes) – Double R – 1 volta
Bart Hylkema (Dallara 307-Mugen) – T Sport – 1 volta

* Punido em 30 segundos

Prova 3:

Nasr venceu a terceira prova. Buller foi o 2º com Harvey na 3ª posição.

Antes da primeira volta ser completada um acidente que envolveu quatro carros, entre eles Fantin, acionou o saferty-car. Na 4ª volta a prova recomeçou com Magnussen, o pole, manteve a ponta, com o dinamarquês, da Costa e Nasr começando uma intensa batalha pela liderança.

Na 10ª volta Magnussen deu uma escapada, com da Costa aproveitando para tentar a ultrapassagem no começo da volta seguinte, sem sucesso. Depois o português começou a ser pressionado por Nasr, com o brasileiro conseguindo a ultrapassagem na penúltima volta, com o português retomando a posição na saída da curva.

Da Costa livrou uma pequena vantagem sobre Nasr, indo para o ataque fina sobre Magnussen. Na última curva o piloto da Hitech mergulhou por dentro, com os dois se tocando a Nasr assumindo a liderança, para vencer pela sétima vez no ano.

Magnussen abandonou.  Costa terminou em 2º sendo, contudo punido com 30 segundos no tempo final, caindo para 9º.

Svendsen-Cook foi o 4º, seguido por Huertas e o malaio Fahmi Ilyas (Fortec). Derani terminou em 10º e Cunha na 15ª posição. Foresti abandonou na 11ª posição.

Nasr lidera o campeonato com 237 pontos. Huertas é o 2º com 133.

A próxima etapa acontece entre os dias 29 e 30 de julho, em Spa-Francorchamps, na Bélgica.

Final, prova 3:

1 – Felipe Nasr (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 17 voltas em 40’52″715
2-  William Buller (Dallara-Mercedes) – Fortec – 3″248
3 – Jack Harvey (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 3″734
4 – Rupert Svendsen-Cook (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 9″626
5 – Carlos Huertas (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 10″327
6 – Fahmi Ilyas (Dallara-Mercedes) – Fortec – 17″462.
7 – Hywel Lloyd (Dallara-Mercedes) – Sino Vision – 24″990
8 – Bart Hylkema (Dallara 307-Mugen) – T Sport – 26″775
9 – Antonio Felix Da Costa (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 31″504*
10 – Pipo Derani (Dallara-Mercedes) – Double R – 32″711
11 – Kotaru Sakurai (Dallara 305-Mugen) – Hitech – 43″028
12 – Menasheh Idafar (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 54″094
13 – Kevin Magnussen (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1 volta
14 – Adderly Fong (Dallara-Mercedes) – Sino Vision – 1 volta
15 – Yann Cunha (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 1 volta

Volta mais rápida: Adderly Fong 2’02″445

Abandonos:

Lucas Foresti (Dallara-Mercedes) – Fortec – 11 voltas

Scott Pye (Dallara-Mercedes) – Double R – 1 volta
Pietro Fantin (Dallara-Volkswagen) – Hitech – 1 volta
Jazeman Jaafar (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1 volta
Harry Tincknell (Dallara-Mercedes) – Fortec – 1 volta

* Punido em 30 segundos
Campeonato:

1.Nasr 237 pontos; 2.Huertas 133; 3.Foresti 127; 4.Jaafar 115; 5.Magnussen 113; 6.Buller 106; 7.Svendsen-Cook 104; 8.Tincknell 64; 9.Fantin 61; 10.Christodoulou 51

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *