F3 Inglesa: Lucas Foresti cumpre objetivo na estreia

Foi no tradicional circuito de Oulton Park, na região norte da Inglaterra, que o piloto brasileiro Lucas Foresti (Carlin Motorsport) participou da competição que marcou a sua estreia no Campeonato Inglês de F-3. Diferente do restante da competição, por se tratar do final de semana da Páscoa, as atividades foram disputadas no último sábado e nesta segunda-feira, dia cinco.

Ao todo foram três corridas e, muita quilometragem que, neste momento, é o mais importante na carreira deste piloto natural de Brasília. A programação oficial teve início na manhã do sábado, dia três, quando os carros da F-3 tomaram o circuito para a tomada de tempos. Isso mesmo, ao contrário das competições na América do Sul as rodadas do Campeonato Britânico não tem treinos livres. Assim, os pilotos partem para 30 minutos de tomada de tempos e, depois, duas corridas de meia hora e, a terceira, de quarenta minutos.

Com a pista ainda molhada da chuva que havia caído na madrugada de sexta para sábado e um frio de cerca de 4º Foresti entrou na pista para sua classificação. Com o primeiro jogo de pneus ele conseguiu um bom rendimento e figurou durante muito tempo entre os dez mais rápidos. Na segunda metade da seção, porém, quando os tempos baixaram consideravelmente, Lucas acabou freando em uma área ainda molhada do circuito e rodou, ficando preso à área de escape. Com isso, ele ficou apenas com o 19º tempo. A pole-position foi para o francês Jean Eric Vergne, seu companheiro de equipe.

Frustrado pelo situação, mas, sem desanimar, Foresti se concentrou nas corridas que estavam por vir. A primeira seria realizada ainda no sábado e, as outras duas, na segunda-feira. Sob as instruções do experiente piloto Roberto Pupo Moreno (F-1 e F-Indy) Lucas traçou sua estratégia para cada uma das corridas e procurou, principalmente, terminar as corridas.

Foram três provas muito distintas. A primeira, no sábado, teve sol apesar do frio. Lucas largou bem e ganhou quatro posições. Porém, devido a um acidente imediatamente à sua frente, ele precisou parar o carro no circuito para não atingir os concorrentes e, com isso, foi ultrapassado pelos que vinham um pouco mais atrás. Beneficiado pela entrada do Safety-Car ele conseguiu chegar ao pelotão e, ao final das 19 voltas, recebeu a bandeirada na 17ª posição. Vergne venceu.

A segunda corrida do final de semana foi realizada na manhã de hoje. Foresti entrou na pista determinado a ganhar posições. Porém, devido a característica de muito alta velocidade do circuito de Oulton Park, a média horária beirou os 170 km/h, as ultrapassagens eram muito difíceis. “Cada vez que eu chegava perto de um concorrente o meu carro perdia a frente e eu não conseguia a aproximação para superá-lo. Como a pista é muito rápida o carro perdia pressão aerodinâmica e, com isso, o autódromo ficava reduzido às ultrapassagens nas duas chicanes”, explicou. Nesta corrida, Foresti terminou em 15º e primeira posição foi de outro companheiro de equipe, o inglês Rupert Svendsen-Cook.

Após alguns ajustes na suspensão Foresti alinhou seu carro para a última corrida do final de semana. Com duração de 40 minutos a prova foi muito disputada em praticamente todas as posições. Lucas tentou conquistar posições, mas, as alterações na suspensão do carro não surtiram o efeito esperado e, desta forma, ele completou as 26 voltas da prova novamente na 15ª posição. Vergne venceu novamente.

“Foi um final de semana que posso dizer de muito aprendizado. Conquistei meu objetivo que era o de terminar as três corridas. Escapei de duas batidas na minha frente onde literalmente tive que parar o carro. Andei na pista mais rápida que já competi sem nem ao menos ter treinado, troquei informações com meu engenheiro e mecânicos e, principalmente, comecei a me adaptar ao sistema de correr com pneus frios. Como a temperatura ambiente é muito baixa os pneus não ficam com o devido aquecimento, nem no final da corrida. Tudo faz parte de um longo caminho que iremos percorrer nesta temporada, mas, tenho certeza que será de grande importância para o resto de minha carreira nas pistas”, finalizou o piloto de 17 anos.

A segunda rodada do Campeonato Britânico de F-3, com as corridas válidas pela 4ª, 5ª e 6ª etapas do ano, será disputada no circuito de Silverstone nos dias primeiro e dois de maio.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *