F3 Inglesa: Mineiro Victor Corrêa satisfeito por conhecer o traçado Silverstone GP

Piloto testou no circuito que receberá a próxima rodada dupla da competição.

Além de testar os componentes do carro e procurar o acerto ideal, o teste coletivo da Fórmula 3 Inglesa realizado nesta quarta-feira (16/04) serviu para que os pilotos, principalmente os novatos, conhecessem o traçado GP do autódromo de Silverstone. É justamente nesta pista que acontece a próxima rodada dupla da competição, no dia três de maio. “O principal hoje foi eu ter conhecido a pista onde será disputada a próxima etapa, já que foi a primeira vez que andei no traçado completo de Silverstone”, afirma o mineiro Victor Corrêa (Unifenas), que faz sua primeira temporada no certame.

 

Durante as quatro sessões de treinos, Victor Corrêa percorreu um total de apenas 38 voltas. “Eu poderia até ter andado mais, mas eu parei muito nos boxes para pedir ao time mexer no carro e buscar o acerto mais preciso”, explica o jovem esportista de 18 anos, que acumula os cargos de piloto de provas e de testes do chassi SLC R1, usado unicamente pela equipe Litespeed na F3 Inglesa.

 

O alfenense acredita que está mais bem preparado para as corridas no mesmo traçado que receberá o GP da Inglaterra de F1 em 2009. “É muito difícil liberarem para andarmos no traçado GP, são poucos testes neste desenho da pista. Então, aproveitamos o máximo que pudemos”, constata.

 

Todos os testes do dia foram realizados debaixo de chuva. “Foi bom, porque além de aprender o traçado, pudemos andar na chuva e adquirir uma base para estas condições”, explica. Com isso, o titular da Unifenas acredita que não encontrará muitas surpresas nas próximas duas corridas. “Se chover nós vamos aprimorar o que trabalhamos hoje. Se fizer tempo bom, a equipe também tem uma base de dados, só precisarei me adaptar e melhorar o acerto”, conta.

 

Outro ponto positivo do dia é que o problema do propulsor Honda que atrapalhou Victor durante as corridas em Oulton Park não se manifestou em nenhum momento nesta quarta-feira. “O meu motor funcionou sem problemas. Não esfumaçou e nem senti perda de rendimento. Apesar de ter sido na chuva e nestas condições o motor não ser tão importante, não detectei nenhuma falha, parece que está tudo normal”, completa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *