F3 Inglesa: Temporada termina em Brands Hatch

Brands Hatch, na Inglaterra, recebeu no domingo (20/09), a 10ª e última rodada dupla da temporada. Já campeão antecipado, ao australiano Danile Ricciardo, da Carlin Motorsport, venceu a primeira prova, com o inglês Max Chilton, também da Motorsport, vencendo a última prova do ano.

Saindo da pole-position Ricciardo venceu com tranquilidade a primeira prova. O australiano foi um segundo mais rápido por volta do que os rivais, recebendo a bandeirada final com 15 segundos de frente para Chilton.  Foi a maior diferença entre o vencedor e o sendo colocado da temporada. O inglês Riki Christodoulou, da Fortec Motorsport, completou o pódio.

Adriano Buzaid, da T-Sport, foi o melhor brasileiro na corrida, em 8º lugar. Concorrentes na classe Nacional, Gabriel Dias, da T-Sport, terminou em 12º no geral e 3º na classe. Victor Corrêa, da Litespeed, abandonou na 14ª volta.

Chilton venceu a prova de encerramento da temporada. Foi a primeira vitória na pista do inglês (Para efeito de campeonato ele foi declarado vencedor da segundo prova em Portugal, ao terminar em terceiro, atrás dos convidados Jules Bianchi e Sam Bird).

Saindo da segunda posição do grid, Chilton fez uma grande largada, assumindo a liderança. Ele construiu uma vantagem 4 segundos, quando o safety-car foi acionado por quatro voltas, para a limpeza da pista, devido a um acidente entre o russo Max Snegirev e o chinês Ma Quing Hua, parceiro na West-Tec.

Na relargada Chilton manteve a ponta, vencendo com 0s967 de vantagem sobre Christodoulou. Piloto convidado, o sueco Marcus Ericsson, da Räikkönen Robertson Racing, terminou em 3º. Ricciardo foi o 4º.

Buzaid chegou em 9º, terminando a temporada na 6ª posição, com uma vitória, em Spa-Francorchamps, na Bélgica.

“Para um primeiro ano, foi muito bom, acho até que dava para ter conseguido uma posição melhor no campeonato, mas fui punido em duas corridas em que havia terminado em terceiro lugar”, lembrou Buzaid. “Agora é uma questão de avaliar tudo o que aconteceu e começar a me preparar para 2010”, afirmou o piloto da T-Sport.

Dias venceu pela oitava vez na Classe Nacional, sendo 12º no geral.

“Foi ótimo podermos terminar a temporada com mais uma vitória”, disse Dias. “Foi uma temporada em que aprendi bastante, mesmo sofrendo com alguns erros meus e também da equipe, o que é normal. Mas tenho certeza que foi um ano muito positivo e os números de vitórias, poles e pódios estão aí para demonstrar”, garantiu Gabriel.

Corrêa foi o 4º na Classe Nacional, e 17º no geral.

“Foi uma boa temporada, onde valeu muito a experiência de desenvolver um chassi. O terceiro lugar no campeonato foi muito bom e agora já vamos pensar no ano que vem”, declarou Corrêa,

Campeão, Ricciardo marcou 275 pontos no campeonato. O austríaco Walter Grubmüller, da Hitech Racing, foi o vice-campeão com 188 pontos. Buzaid terminou em 6º, com 109 pontos.

O inglês Daniel McKenzie, da Fortec Motorsport, sagrou-se Campeão na Classe Nacional, somando 351 pontos. Dias foi o vice-campeão, com 295 pontos. Corrêa terminou em 3º, com 184 pontos.

Grid, prova 1:

1 – Daniel Ricciardo (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1’17″207
2 – Max Chilton (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1’17″518
3 – Riki Christodoulou (Dallara-Mercedes) – Fortec – 1’17″745
4 – Marcus Ericsson (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 1’17″779
5 – Carlos Huertas (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 1’17″840
6 – Daisuke Nakajima (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 1’18″017
7 – Walter Grubmuller (Dallara-Mercedes) – Hitech – 1’18″057
8 – Philip Major (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1’18″207
9 – Henry Arundel (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1’18″263
10 – Adriano Buzaid (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 1’18″334
13 – Gabriel Dias (Dallara-Mugen) – T Sport – 1’18″903
19 – Victor Correa (SLC-Mugen) – Litespeed – 1’21″708

* Grid com 20 pilotos

Final, prova 1:

1 – Daniel Ricciardo (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 22 voltas em 28m47s041
2 – Max Chilton (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 15″531
3 – Riki Christodoulou (Dallara-Mercedes) – Fortec – 16″135
4 – Marcus Ericsson (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 17″890
5 – Walter Grubmuller (Dallara-Mercedes) – Hitech – 28″861
6 – Carlos Huertas (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 30″246
7 – Henry Arundel (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 30″542
8 – Adriano Buzaid (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 36″912
9 – Daniel McKenzie (Dallara-Mugen) – Fortec – 55″307
10 – Hywel Lloyd (Dallara-Mugen) – CF – 57″945
11 – Gabriel Dias (Dallara-Mugen) – T Sport – 58″588
AB – Victor Correa (SLC-Mugen) – Litespeed – 14 voltas

Volta mais rápida: Daniel Ricciardo 1’17″793

Grid, prova 2:

1 – Daniel Ricciardo (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1’17″151
2 – Max Chilton (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1’17″196
3 – Riki Christodoulou (Dallara-Mercedes) – Fortec – 1’17″852
4 – Marcus Ericsson (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 1’17″895
5 – Daisuke Nakajima (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 1’18″079
6 – Henry Arundel (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 1’18″117
7 – Walter Grubmuller (Dallara-Mercedes) – Hitech – 1’18″122
8 – Carlos Huertas (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 1’18″144
9 – Adriano Buzaid (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 1’18″151
10 – Wayne Boyd (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 1’18″477
15 – Gabriel Dias (Dallara-Mugen) – T Sport – 1’19″844
18 – Victor Correa (SLC-Mugen) – Litespeed – 1’21″747

* Grid com 20 pilotos

Final, prova 2:

1 – Max Chilton (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 22 giri 31’16″848
2 – Riki Christodoulou (Dallara-Mercedes) – Fortec – 0″967
3 – Marcus Ericsson (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 2″552
4 – Daniel Ricciardo (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 3″576
5 – Henry Arundel (Dallara-Volkswagen) – Carlin – 14″887
6 – Walter Grubmuller (Dallara-Mercedes) – Hitech – 15″303
7 – Daisuke Nakajima (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 15″794
8 – Wayne Boyd (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 16″462
9 – Adriano Buzaid (Dallara-Volkswagen) – T Sport – 21″750
10 – Carlos Huertas (Dallara-Mercedes) – Raikkonen – 22″003
12 – Gabriel Dias (Dallara-Mugen) – T Sport – 30″613
17 – Victor Correa (SLC-Mugen) – Litespeed – 1’02″655

Volta mais rápida: Max Chilton 1’18″253

Classificação final, Classe Internacional:

1 – Daniel Ricciardo Carlin Motorsport 275
2 – Walter Grubmüller Hitech Racing 188
3 – Renger van der Zande Hitech Racing 178
4 – Max Chilton Carlin Motorsport 171
5 – Riki Christodoulou Fortec Motorsport 130
6 – Adriano Buzaid    T-Sport 109
7 – Carlos Huertas Räikkönen Robertson Racing 95
8 – Daisuke Nakajima Räikkönen Robertson Racing 95
9 – Henry Arundel Carlin Motorsport 90
10- Nick Tandy JTR 68
11 – Marcus Ericsson Räikkönen Robertson Racing 65
12 – Wayne Boyd T-Sport 50
13 – Hywel Lloyd CF Racing 33
14 – Víctor García Fortec Motorsport 30
15 – Jay Bridger Team West-Tec 28
16 – Robert Wickens Carlin Motorsport    12
17 – Philip Major Carlin Motorsport 10
18 – Oliver Oakes Carlin Motorsport 7
19 – Stéphane Richelmi Barazi Epsilon 4
20 – Nai Chia Chen Räikkönen Robertson Racing 2
21 – Dominic Storey Räikkönen Robertson Racing 0

Classificação final, classe Nacional:

1 – Daniel McKenzie Fortec Motorsport 351
2 – Gabriel Dias T-Sport 295
3 – Victor Corrêa Litespeed F3 184

4 – Max Snegirev Team West-Tec 108
5 – Joe Ghanem Carlin Motorsport 39
6 – Aaron Steele Litespeed F3 22
7 – Michele Faccin Litespeed F3 20
8 – Adil Satryaguna Hermanto Litespeed F3 16
9 – Mathieu Maurage Team West-Tec 12
10 – Qinghua Ma Team West-Tec 10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *