F3 Inglesa: Vergne, Dias e Buzaid vencem em Snetterton

O francês Jean-Eric Vergne (Carlin) e os brasileiros Gabriel Dias (Hitech) e Adriano Buzaid (Carlin) foram os vencedores da 9ª e penúltima rodada tripla da temporada, disputada em Snetterton, na Inglaterra.


Prova 1:

Vergne venceu a primeira prova, no domingo (29/08). Foi a sua 13ª vitória no ano. Buzaid e o também brasileiro Felipe Nasr (Raikkonen Robertson) completaram o pódio.

Pouco antes da largada um temporal deixou a pista completamente molhada, com todos os pilotos alinhando com pneus de chuva. Na largada o pole-position Buzaid manteve a ponta, depois de uma pressão de Vergne, que acabou caindo para 4º no final da primeira volta.

Buzaid e Nasr abriram rapidamente vantagem sobre Vergne, que havia recuperado uma posição. Pouco antes da metade da prova Buzaid acabou errando, dando uma saída da pista. Vergne ultrapassou Nasr e começou a diminuir a diferença para o parceiro de equipe, colando em Buzaid três voltas depois.

Faltando quatro voltas para o final Buzaid ainda tentou se defender, mas não conseguiu evitar a ultrapassagem. Mesmo errando em uma curva pouco depois, Vergne venceu com 3s6 de vantagem. Nasr foi o 3º.

O britânico Oliver Webb (Fortec) terminou em 4º, seguido pelo japonês Daisuke Nakajima (Raikkonen Robertson) e Dias. O brasileiro Lucas Foresti (Carlin) foi o 14º.

Prova 2:

Na segunda-feira (30/08), Dias venceu a segunda prova, com Buzaid formando a dobradinha brasileira. Foi a primeira dobradinha brasileira na categoria desde Lucas di Grassi e Nelsinho Piquet, em Thruxton, em 2004. O norte-irlandês William Buller, parceiro de equipe de Dias, foi o 3º.

“A pista foi secando e eu estava com pneus de chuva. Então a equipe pediu no final para que eu administrasse o ritmo para que eu não perdesse a corrida na última curva por culpa de um pneu estourado. Mas deu tudo certo, porque a diferença era o suficiente para que eu não corresse tantos riscos no final”, comentou.

Com o grid reverso da primeira prova, Dias alinhou na pole-position. Uma chuva rápida, antes da largada, deixou a pista molhada, com muitos pilotos apostando nos pneus slick.

Com pneus de chuva Dias manteve a ponta na largada, seguido por Nakajina, Buzaid e Nasr. Na 8ª volta Buzaid superou Nakajima pela segunda posição, no exato momento em que a pista já estava praticamente seca, beneficiando os pilotos com pneus slick.

Buller, o melhor com os pneus slick, começou a ganhar posições, chegando ao terceiro lugar a três voltas do final, mas sem tempo para superar a dupla brasileira.

Dias venceu pela segunda vez no ano com 0s393 de vantagem sobre Buzaid. Buller foi o 3º. Nakajima terminou em 4º, seguido por Nasr e o britânico Daniel McKenzie (Fortec). Vergne chegou em 8º. Foresti terminando em 12º, após perder rendimento nas voltas finais, e sair da zona de pontos.

Prova 3:

A terceira prova da etapa foi disputada na tarde de segunda-feira (30/08). Buzaid conquistou a sua segunda vitória no ano, com Vergne e o britânico James Calado completando a trinca da Carlin.

“A segunda corrida do dia foi muito boa para mim, porque consegui me manter na frente no início e fui assim até o final”, contou Adriano Buzaid.

Pole-position Buzaid venceu de ponta a ponta. Apenas na primeira curva da prova o brasileiro sofreu uma pequena pressão de Vergne. Depois abriu uma confortável vantagem, recebendo a bandeirada, depois de 36 voltas, com 7s5 de vantagem sobre o campeão antecipado. Calado foi o 3º.

Nakajima terminou em 4º, seguido por Nasr. O malaio Jazeman Jaafar (Carlin) completou os seis primeiros. Dias chegou em 8º, com Foresti na 13ª posição.

O único abandono da prova aconteceu na 4ª volta, após Webb escapar da pista.

Vergne, já campeão, soma 382 pontos. Calado é o 2º, com 251, seguido por Webb, com 223 e Buzaid, com 215.

A próxima, e última rodada tripla, acontece em Brands Hatch, nos dias 25 e 26 de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *