F3 Japonesa: Frio e chuva marcam primeiros treinos livres em Suzuka

Piloto completaram apenas duas voltas com pista seca. Previsão para amanhã é de tempo estável, já que a chuva deve parar às 4h da manhã.

O frio e chuva marcaram os primeiros treinos livres da temporada 2010 da Fórmula 3 Japonesa, encerrados nesta madrugada no circuito de Suzuka – considerado o mais difícil do país. Com os termômetros marcando 8ºC, a temperatura do asfalto não passou de 12ºC, o que exigiu das equipes atenção especial a um item primordial no desempenho de um carro de corrida: a temperatura dos pneus.
“Nossa maior dificuldade foi conseguir fazer com que a temperatura dos pneus subisse até um ponto que permitisse boa aderência”, disse o paulista Rafael Suzuki, único brasileiro na competição e estreante na categoria. “Demos somente duas voltas antes da chuva começar, e o tempo continuou ruim até o final do dia. A previsão é de que a chuva pare às 4h da manhã de sábado (16h desta sexta-feira no horário de Brasília), mas mesmo que isso aconteça vamos ter, no máximo, um trilho seco nos treinos de classificação. Como está muito frio, o asfalto vai demorar a secar”, acrescentou o brasileiro.
Rafael Suzuki fechou o dia com o 12º melhor tempo da pista, e foi o mais rápido entre os estreantes em Suzuka – considerada a pista mais desafiadora do Japão. Em seu primeiro ano na categoria, ele ainda não teve a oportunidade de realizar sequer um treino com o carro com a pista seca, e por isso espera grandes dificuldades nas tomadas de tempo deste sábado.
“Fizemos um treino em Fuji antes da temporada começar, mas choveu. Hoje, choveu em dobro em Suzuka, por isso vou fazer o treino classificatório sem nunca ter pilotado o carro em condição de pista seca. Os treinos de classificação duram somente 15 minutos, o que significa que terei cinco voltas rápidas em cada um para buscar uma boa posição no grid”, comentou o brasileiro, da equipe Petronas TOM’s.
Embora tenha pela frente uma situação incomum, Suzuki manteve a tranqüilidade que vem sendo uma das marcas de sua carreira nos monopostos – e que o ajudaram a ser quinto colocado no Campeonato Alemão de F-3 no ano passado, mesmo sem ter um dos carros mais competitivos do grid.
“Da mesma maneira que preciso ser agressivo para tirar o atraso proporcionado pela chuva, preciso ser conservador. Isso porque as condições não estão favoráveis a mim, e não é hora de ganhar o campeonato. O cenário é ruim, e o objetivo nessa prova passa a ser terminar as corridas somando o maior número de pontos possível”, comentou Suzuki.
A programação do evento prevê as sessões de classificação para as 21h45 e 22h10 desta sexta-feira. As corridas serão realizadas no sábado, às 3h50 e às 21h50 (horários de Brasília).
Veja como terminou o segundo treino da Fórmula 3 Japonesa em Suzuka:
1) Koki Saga (Japão), 2min16s033
2) Naoya Gamou (Japão), 2min17s543
3) Yuhi Sekiguchi (Japão), 2min17s698
4) Takashi Kobayashi (Japão), 2min17s880
5) Kimiya Sato (Japão), 2min17s931
6) Alexandre Imperatori (Suíça), 2min18s458
7) Daiki Sasaki (Japão), 2min19s065
8) Kazuki Miura (Japão), 2min19s320
9) Yuji Kunimoto (Japão), 2min19s650
10) Hiroki Yoshida (Japão), 2min20s638
11) Katsumasa Chiyo (Japão), 2min21s591
12) Rafael Suzuki (Brasil), 2min21s745
13) Yoshitaka Kuroda (Japão), 2min22s761
14) Gary Thompson (Irlanda), 2min24s127
15) Hiroshi Koizumi (Japão), 2min26s220
16) Hajime Oonami (Japão), 2min25s106
17) Tsubasa Mekaru (Japão), 2min47s671

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *