F3 Japonesa: Rafael Suzuki estreia entre os cinco melhores em Suzuka

Piloto terminou a primeira corrida do campeonato em quarto lugar, a menos de três segundos do pódio.

Um dia de retomada ao ritmo de corrida e adaptação à categoria. Esse foi, basicamente, o sábado de estreia do brasileiro Rafael Suzuki na Fórmula 3 Japonesa. A primeira etapa do campeonato 2010 foi disputada na madrugada de hoje (17) no tradicional circuito de Suzuka, palco de diversas decisões do Mundial de Fórmula 1. 
Para Suzuki, que saiu na quarta posição do grid, o sábado representou o primeiro contato com a pista seca desde a chegada do brasileiro ao Japão para a disputa do campeonato, há cerca de um mês. A chuva, que havia roubado a cena durante os treinos livres e classificatórios da sexta-feira, deu uma trégua como previa a meteorologia. E até por isso a primeira corrida serviu como um treino para que Rafael pudesse se adaptar ao carro da equipe Petronas Tom’s. 
“Ainda estou me adaptando à pista, que é muito técnica. Na classificação tenho certeza que ainda estava longe do meu limite e do limite do carro. Por isso conseguir largar na segunda fila nas duas provas do final de semana foi um grande resultado”, comentou Rafael, que parte da segunda fila também na prova marcada para o domingo – noite de sábado no Brasil. 
Na corrida deste sábado Rafael Suzuki passou a maior parte do tempo na quarta colocação. Chegou a disputar em alguns instantes o terceiro posto com o suíço Alexandre Imperatori – e terminou a cerca de três segundos de conquistar um pódio logo na estreia. 
“A corrida do sábado é mais curta, então foi um pouco monótona. Larguei bem, cheguei a emparelhar com o Imperatori na primeira curva, mas fiquei pelo lado de dentro, mas nesse traçado quem fica pelo lado de fora é que leva vantagem. A Curva 1 é longa e quem fica pelo lado de dentro acaba encontrando um traçado meio quadrado, o que implica em uma perda maior de velocidade”, lembrou Suzuki. “Também perdi um pouco de tempo no começo até achar o ponto ideal de aderência, mas fui me encontrando durante a corrida e no final já estava virando no mesmo ritmo do vencedor”, contou o piloto.
Para o piloto brasileiro, a segunda corrida deve servir como uma continuação dessa fase de aprendizado na categoria. “Desde outubro do ano passado eu não corria com um carro de Fórmula 3, então é uma fase de retomar o ritmo de prova, tem a adaptação ao circuito e à categoria; e tem a concorrência de pilotos muito experientes, com até seis anos na categoria”, comentou Suzuki, que já traçou sua estratégia para subir ao pódio na prova de domingo.
“Passou aquela coisa de estreia, então o objetivo é brigar pelo pódio. Vai ser difícil, mas acho que fazendo uma boa largada e ganhando posições no início dá para acompanhar o ritmo dos líderes”, avaliou. “O que tenho de melhorar ainda certamente é o primeiro setor da pista, nos outros estou bem, principalmente no segundo”, comentou referindo-se ao trecho da pista onde os carros de Fórmula 3 percorrem uma sequência de sete curvas em quinta marcha. 
A vitória na abertura da Fórmula 3 Japonesa 2010 ficou com o japonês Yuji Kunimoto. A segunda corrida do final de semana está marcada para às XXh deste sábado no Brasil. 
Confira como terminou a primeira etapa:
1) Yuji Kunimoto (Japão)
2) Koki Saga (Japão)
3) Alexandre Imperatori (Suíça)
4) Rafael Suzuki (Brasil)
5) Yuhi Sekiguchi (Japão)
6) Hiroki Yoshida (Japão)
7) Takashi Kobayashi (Japão)
8) Katsumasa Chiyo (Japão)
9) Kazuki Miura (Japão)
10) Kimiya Sato (Japão)
11) Daiki Sasaki (Japão)
12) Naoya Gamou (Japão)
13) Gary Thompson (Irlanda)
14) Hiroshi Koizumi (Japão)
15) Tsubasa Mekaru (Japão)
16) Yoshitaka Kuroda (Japão)
17) Hajime Oonami (Japão)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *