F3: Roberto Streit espera terminar entre os primeiros no GP de Macau

Vice-campeão da F-3 Japonesa, brasileiro andou entre os mais rápidos no Circuito da Guia em 2006.

O carioca Roberto Streit volta a disputar, pelo segundo ano consecutivo, o Grande Prêmio de Macau de Fórmula 3. A competição, considerada uma das mais importantes do calendário internacional, acontece neste sábado e domingo (17 e 18), no Circuito da Guia, na China.


Entre os vencedores da tradicional disputa, que está em sua 54ª edição, estão nomes como Ayrton Senna, Michael Schumacher, David Coulthard, Ralf Shumacher, Takuma Sato, além de Lucas Di Grassi e Mike Conway que, em 2005 e 2006, respectivamente, subiram ao lugar mais alto do pódio.


Em seu ano de estréia, Streit adaptou-se rapidamente ao traçado e conseguiu impor um forte ritmo. Agora, defendendo mais uma vez a equipe italiana Prema Power Team, o vice-campeão da F-3 Japonesa afirma estar confiante.


“Tive uma experiência muito positiva no ano passado. Mesmo não conhecendo a pista, estive sempre entre os mais rápidos e terminei o fim de semana com a volta mais veloz do ano. Por um erro meu na corrida de classificação e um erro do (Sebastian) Vettel que me prejudicou na última volta da corrida final – quando estava em 6º, tendo largado de último – não conseguimos concretizar um bom resultado. Mas, com certeza, a experiência valeu. Tanto eu quanto a Prema sabemos que podemos lutar pelas primeiras posições desde o início”, disse.


E completou: “A minha relação com a Prema sempre foi ótima. Mesmo sem estar correndo com eles durante esses três anos que estive no Japão, mantemos contato. A base do time é a mesma desde 2004 (ano que correu pelo time na F-3 Euroseries) portanto, os mecânicos serão os mesmos que eu tive. Conheci o meu engenheiro há duas semanas quando fiz um teste na Itália e tivemos um bom entrosamento”, afirmou.


Conhecido como um dos traçados mais exigentes do mundo, o Circuito da Guia conta com 6,2 quilômetros de extensão. “O traçado de Macau é único, é fantástico. Além de ser uma pista de rua muito veloz, conta com uma longa reta, algumas curvas de alta e outras de baixa, mas a parte mais impressionante é o trecho onde fazemos sete curvas em S de média e alta velocidade”, comentou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *