F3 Sul-Americana: Pietro Fantin vence e Bruno Andrade volta a ser líder

O Velopark arrumou um domingo lindo de céu aberto, sol forte e temperatura de 15º para receber a 12ª etapa da F3 Sudamericana Petrobras. Que diferença do sábado chuvoso, que novo e belo desafio para os Pilotos, que ótimo espetáculo para o público presente que saiu da toca e compareceu em peso.

Pietro Fantin continua o domínio também com pista seca

Não teve para ninguém, Pietro Fantin largou da pole de forma perfeita, liderou toda a prova, fez diversas vezes a volta mais rápida e mostrou que tanto ele como a equipe inglesa Hitech são sérios candidatos a mais vitórias. É ótimo para mostrar o caminho a ser percorrido por outras equipes internacionais em busca de mais horas de vôo para seus pilotos, engenheiros e mecânicos.

Pietro Fantin – “Eu estava muito nervoso antes da largada, com a primeira corrida em pista seca, mas depois que ligamos os motores o nervosismo passou e eu me concentrei em fazer uma boa largada, fiquei tranqüilo e larguei bem. No começo a pista estava um pouco escorregadia mas ela foi melhorando e eu fui baixando meus tempos. Quando faltavam 18 voltas eu relaxei mas eu me preocupei em não desconcentrar para não fazer besteira, festejou o curitibano que largou na pole position da 10ª e 12ª provas e venceu a 11ª corrida sob forte chuva e a 12ª com pista seca.

 

Yann Cunha – “Estou decepcionado porque a roda traseira quebrou e eu fiquei sem freio. No final da corrida o carro estava esquiando, não dava pra controlar. Deve ser reflexo do acidente de ontem que quebrou a suspensão traseira. Mesmo assim terminei a corrida, marquei pontos. Ontem eu estava liderando a classificação agora estou 3 pontos atrás do Bruno. Daqui a 15 dias vou fazer uma corrida na Inglaterra (Silverstone) pela equipe Mano para adquirir mais experiência”, afirmou o brasiliense que fechou o final de semana com 189 pontos e vice-lider da categoria principal.

 

Bruno Andrade falha na largada, mas se recupera muito bem

Depois de deixar o motor apagar na largada, Bruno caiu para a 10ª colocação e passou a corrida toda se recuperando para chegar em 2º lugar e recuperar a liderança do campeonato perdida ontem para Yann Cunha. Yann Cunha iria ficar com a terceira colocação até a roda traseira esquerda de seu carro começar a se soltar, deixando o brasileiense para trás. A 3ª colocação parecia encantada, já que Leonardo de Souza, logo após de assumi-la escapou e bateu forte, acabando com a suspensão do lado esquerdo de seu carro, que acabou saindo do carro mancando devido à forte batida e provocando o encerramento da prova com 3 voltas antes do final. Já no ambulatório ficou constatado que Leonardo nada sofreu de mais sério.

 

Angolano bom de seco também

Duarte Ferreira venceu pela terceira vez a categoria Light neste final de semana descontando mais 10 pontos em relação a Fernando Kid Rezende que ficou com a 3ª colocação na categoria. Kid, que foi penalizado por uma batida com Lu Boesel quando os dois disputavam uma freada. Lu ao tentar uma ultrapassagem por fora, espremou o mineiro que, sem espaço, subiu na zebra e atingiu o carro de Boesel que quebrou a suspensão traseira esquerda.

Duarte Ferreira – “Foi difícil no começo porque eu estava sem 1 cilindro. Não larguei muito bem, mas me concentrei e fui buscar os lideres. Quando cheguei neles consegui ultrapassar devagarinho e no final da corrida fiquei sem a 2ª e 4ª marchas. Estou feliz por ter vencido as 3 corridas desta etapa e me aproximei mais do líder do campeonato”, completou o angolano da equipe Cesario Formula.

 

Classificação da 12ª corrida

1 – 27 Pietro Fantin (Hitech Racing) – 33:13.497 a 147,056 km/h

2 – 1 Bruno Andrade (Cesario Formula) – 33:27.788

3 -33 Duarte Ferreira (Cesario Formula) – 1 volta

4 – 29 Mateus Laba (Dragao Motorsport) – 33:22.294

5 – 47 Francisco Diaz (Dragao Motorsport) – 33:23.124

6 – 31 Fernando Rezende KID (Cesario Formula Jr.) – 33:45.596

7 – 15 Yann Cunha (Bassan Motorsport) – 34:00.817

8 – 9 Leonardo de Souza (Kemba Racing) – 2 voltas

9 – 32 Ronaldo Freitas (Cesario Formula Jr.) – 33:28.933

10 – 8 Nilton Molina (Propcar Racing) – 16 voltas

11 – 11 Lu Boesel (Dragao Motorsport) – 32 voltas

 

Volta mais rápida: Pietro Fantin – na volta 24 – 52.208

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *