F3 Sulamericana: Ambição de Cerutti no veloz traçado de Tarumã é o pódio

A partir desta sexta-feira o autódromo de Tarumã, localizado em Viamão, a poucos quilômetros de Porto Alegre (RS), recebe a mais veloz categoria do continente. A Fórmula 3 Sul-Americana desembarca na capital gaúcha para sua segunda etapa com um grid completamente renovado, e que já deu muito trabalho aos veteranos na abertura do torneio, em Interlagos.

O difícil traçado é extremamente exigente, e os engenheiros terão um duro trabalho para encontrar o melhor compromisso entre aerodinâmica e mecânica. A característica mais acentuada em Tarumã é a velocidade atingida no circuito, com média sempre superiores aos 200 km/h, e os erros normalmente cobram um alto preço aos pilotos.
 
O brasiliense Geovane Cerutti (Colégio Galois/ Gênesis) é um dos jovens pilotos que estão debutando este ano na categoria continental, e no início do mês esteve transitando pelos 3.16 metros do traçado gaúcho, com um Fórmula Renault.
 
“Agora realmente estamos bem preparados, já que não houve tempo de realizar uma pré-temporada. O Geovane testou em Curitiba e logo em seguida estivemos em Tarumã, para ele se aclimatar ao circuito”, declarou Alex Castilho, o engenheiro e proprietário da escuderia. “Estou certo de que vamos fazer frente às demais equipes, e podemos voltar com um bom resultado na ‘bagagem'”, completou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *